URGENTE !!BOMBA!!!!! PF faz operação, e STJ afasta governador de Alagoas Paulo Dantas (MDB) apoiado por Lula no 2º turno

Foto: Assembleia Legislativa de Alagoas/Divulgação

Da Redação

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) afastou Paulo Dantas (MDB) do cargo de governador de Alagoas. Ele é um dos alvos de uma operação da Polícia Federal deflagrada nesta terça-feira (11).

A determinação judicial atendeu a um pedido da PF.

Os fatos apurados são da época que Dantas era deputado estadual. A suspeita é da prática de uso de funcionários fantasmas em seu gabinete.

O emedebista virou governador em maio, para um mandato tampão, após Renan Filho (MDB) deixar o cargo para disputar uma vaga ao Senado. A ministra do caso é Laurita Vaz. O afastamento do político tem prazo de 180 dias.

Dantas está no segundo turno da eleição para governador de Alagoas. Ele recebeu 46,64% dos votos válidos, enquanto seu adversário, Rodrigo Cunha (União), teve 26,74%.

O emedebista é apoiado, pelo ex-presidente Lula e pela família de Renan Calheiros.

ENTENDA O CASO

Por determinação do Superior Tribunal de Justiça, o Ministério Público Federal e a Polícia Federal cumprem, nesta terça-feira (11/10), medidas cautelares ligadas à investigação de desvios de recursos públicos no estado do Alagoas.

Com a chancela da relatora do inquérito, ministra Laurita Vaz, o governador alagoano Paulo Dantas (MDB) foi afastado cautelarmente por 180 dias. Além disso, mais de 30 mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

As medidas aplicadas envolvem o sequestro de bens e valores equivalentes a R$ 54 milhões. A investigação indicaria a ocorrência de crimes como peculato e lavagem de dinheiro em um esquema de "rachadinha" na Assembleia Legislativa.

De acordo com o Ministério Público Federal, "os investigados estão impedidos de manter contato entre si e de frequentar os órgãos públicos envolvidos na investigação". Parte do valor desviado por eles teria sido usado para o pagamento de despesas pessoais, advogados e familiares.

Em nota, o MPF e a PF afirmam que a "necessidade e a urgência das medidas cautelares foram amplamente demonstradas nos autos da investigação policial", mas, segundo a Folha de S.Paulo, os fatos investigados remontam à época em que Dantas era deputado estadual.

Paulo Dantas assumiu o governo do estado em maio deste ano por meio de uma eleição indireta entre os membros da Assembleia Legislativa. O ex-governador, Renan Filho, e seu vice, Luciano Barbosa, tinham deixado os respectivos cargos para concorrer nas eleições. Dantas concorre à reeleição.

Inq 1.582

Com informações da jornalista Camila Mattoso da Folha de São Paulo e da Revista Consultor jurídico

Para ler a matéria na íntegra acesse nosso link na pagina principal do Instagram. www: professsortaciano medrado.com  e  Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS