Bolsonaro pede ao TSE cassação de Lula e banimento de Janones das redes sociais


A campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) entrou com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo a cassação dos registros de candidatura da chapa formada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-governador Geraldo Alckmin (PSB). O pedido inclui ainda a suspensão das redes sociais do deputado federal reeleito André Janones (Avante-MG).

Janones é apoiador da campanha de Lula desde o 1º turno e tem rivalizado na produção de conteúdo digital com perfis bolsonaristas, impactando na estratégia adotada pelos aliados do presidente até então, com aposta em conteúdos falsos, distorcidos e/ou sensacionalista.

De acordo com o pedido, Janones utiliza "verdadeira fábrica de fake news", o que, na avaliação da defesa do candidato à reeleição, tem o objetivo de "divulgar e incentivar o compartilhamento em massa de publicações de conteúdo sabidamente falso".

Na peça, a defesa lista uma série de publicações do parlamentar e afirmam ainda que Janones comete "verdadeiro e reconhecido atentado à democracia", além de publicar conteúdos "ofensivos à honra" e "voltados à redução da eficácia de decisões judiciais". "O investigado se aproveita do período de tempo em que as notícias falsas ainda não foram desmentidas para, ardilosa e deliberadamente, dar a elas visibilidade em suas redes sociais", argumenta a defesa de Bolsonaro.

"O que se tem, no caso dos autos, é um esforço deliberado, organizado e ilegal com o único objetivo de degradar a candidatura de Jair Bolsonaro, que conta com o apoio e a uníssona colaboração de todos os ora Investigados", afirma.

Por meio de intolerável estratégia de desinformação intencional e deliberada do eleitorado, denominada pela mídia de 'janonismo cultural', que se vale, inclusive, da repercussão gerada pela proposição de ações judiciais voltadas ao combate de informações falsas, o Deputado André Janones tem gerado benefícios não só à campanha do candidato Luiz Inácio Lula da Silva, da qual faz parte, como também auferiu dividendos à sua própria candidatura”, diz trecho da peça que pede a cassação da chapa Lula/Alckmin e banimento temporário de Janones das redes.

Em pedido liminar, os advogados solicitam que o TSE suspenda todos os perfis de Janones nas redes sociais e, no mérito, declare a inelegibilidade do deputado, de Lula e de Alckmin pelo período de oito anos.

Ao jornal Folha de S. Paulo, Janones disse que os pedidos apresentados pela campanha de Bolsonaro ao TSE não têm "embasamento jurídico algum", argumenta que prints anexados na petição incluem tuítes falsos e defende que não divulgou fake news sobre o presidente na campanha.

"Tecnicamente falando, eu não divulguei nenhuma fake news. Eu só levanto questionamentos, com base em vídeos e declarações do próprio presidente", afirmou.

O deputado ainda disse que irá se antecipar aos advogados de Bolsonaro e colocará à disposição da Justiça Eleitoral as informações de seus sigilos bancários, fiscal e telefônico.

Para ler a matéria na íntegra acesse nosso link na pagina principal do Instagram. www: professsortaciano medrado.com  e  Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS