OPINIÃO: DISPUTA DA ELEIÇÃO 2022

Por: Roberval Souza 
Consultor político ABCO

A Eleição de 2022 será um contraponto entre o Brasil respeitado internacionalmente e responsável pela segurança alimentar do mundo, contra o Brasil do atraso de políticas equivocadas que levaram a Venezuela, Argentina e agora bem próximo, mesmo no início, o governo do Chile no qual o atual presidente já amarga uma rejeição entre 40 a 60% nas pesquisas e tendencia ao caos econômico, segundo grandes analistas políticos e econômicos.

Há 16 anos muita gente não acreditava no Brasil, pois suas políticas internacionais privilegiavam todos os integrantes do foro de São Paulo, toda estrutura de governo foi aparelhada para servir de instrumento de apoio político financeiro aos amigos ditadores e/ou de mesma ideologia política, como também servir ao projeto de poder notadamente de esquerda. Com estrutura nas mãos, o PT e seu dirigentes empenharam-se em garantir o poder através de forma definitiva com políticas de segregação, só as minorias tinham ao seu dispor verbas federais para influenciar e oprimir a  maioria o povo.  Assim como  existia  a  aceitação de tudo o que vinha a ser transmitido  pelos grandes meios de comunicação que recebiam altas verbas de propaganda, com uma programação para  desvalorizar a família de forma subliminar, muitas vezes  com programas de baixo teor cultural para  valorizar a educação de baixa qualidade e privilegiar o confronto entre o pobre e o rico, pretos e brancos, heteros e lgbt’s,   homem e mulher. 

Veio à tona a compra por parte de congressistas ávidos por dinheiro extra/ilegal, situação essa  quando descoberta foi chamada de Mensalão. Seguido por assalto às empresas estatais, que tinham possibilidade de serem roubadas com apoio de grandes empreiteiras e partidos políticos, não só para se manterem no poder como também enriquecer seus lideres.  Estrutura perfeita para um longo e tenebroso projeto de poder da esquerda.  Esse foi  o resumo da opera  do PT e seu líder maior Lula, mentiroso e falastrão, que afirmava cuidar dos pobres e trabalhadores, e lhes roubava cinicamente de todas as formas, principalmente em educação e saúde.

Essa será a Eleição de 2022, um embate entre a incompetência do populismo de esquerda incoerente e o  Brasil da prosperidade econômica que não rouba e não deixa roubar verbas governamentais, respeita as instituições, a constituição, valores de família, seus  símbolos  nacionais e que rejeita o socialismo ou comunismo que em sua  totalidade são ditatoriais e de miséria  institucionalizada.

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com  / Siga o blog do professorTM/EJ  no Facebook, e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS