PROTESTO NA FRANÇA: Centenas de manifestantes protestaram contra resultados das eleições.

Foto captura de tela - You Tube

Centenas de manifestantes, principalmente jovens "antifascistas" e "anti-capitalistas", protestaram no domingo à noite contra a reeleição de Emmanuel Macron em algumas cidades de França. Uma noite  marcada por incidentes em Rennes, bem como em Paris. As informações são da  AFP. 

Pouco depois do anúncio da vitória do presidente cessante sobre o Marine Le Pen, foram várias centenas - 250 segundo a prefeitura - a reunir-se no centro de Rennes, apesar da presença de um grande destacamento de polícia. Desdobraram uma faixa proclamando "O que não vamos receber das urnas, vamos receber da rua" antes de sair em protesto gritando "Macron está a fazer guerra contra nós e a sua polícia também" ou "Abaixo o Estado, a polícia e os fascistas". 

Alguns manifestantes atearam fogo a vários contentores, obrigando os bombeiros a intervir três vezes, de acordo com a prefeitura que tinha proibido a manifestação. A polícia disparou gás lacrimogéneo nas proximidades do canal que atravessa Rennes. "Foi uma demonstração para mostrar que não queremos Le Pen, mas também não queremos Macron", disse Nora, uma estudante de 21 anos, à AFP. "Precisamos de nos organizar para encontrar uma contra-potência". Dois manifestantes foram presos a meio da noite, de acordo com a prefeitura. No centro de Paris, 250 a 300 manifestantes "antifa" manifestaram-se aos gritos de "Fora Macron", confrontando-se por vezes com a acusação policial. Partiram de Les Halles e cantaram "Marine Le Pen, c'est dégueulasse" e "Manu Macron, c'est dégueulasse", ou "Macron, dégage!", até à Place de la République, rodeada por uma grande força policial. 

Simon, um parisiense de 23 anos, que não quis dar o seu nome, disse que estava "preocupado com o clima": "não vamos chegar à idade adulta! "Leia o IPCC (Painel Intergovernamental sobre Alterações Climáticas). É por isso que estou aqui esta noite. No caminho, bicicletas, lambretas e contentores foram derrubados e alguns projécteis foram atirados a camiões da polícia. A estátua da República foi etiquetada "O mundo está a arder". 

No centro de Nantes, uma manifestação de cerca de 500 pessoas transportava um cartaz onde se podia ler "Besoin de révolution".

Em Toulouse, cerca de 500 pessoas participaram também numa manifestação com o slogan "Nem Macron nem Le Pen, revolução". "Basta, basta desta sociedade, que caça migrantes indocumentados e põe Zemmour na televisão", foram algumas das frases dos manifestantes. 

Fonte: site wort.lu


Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com  / Siga o blog do professorTM/EJ  no Facebook, e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS