30º DIA DE GUERRA: Após convocar protestos, Zelensky pede à Otan ‘suporte efetivo e irrestrito’

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, convocou na quarta-feira (23), um dia antes da data que marcou um mês desde a invasão russa, a população global a realizar nos dias seguintes protestos em todo o mundo pelo fim da guerra em seu país. Paralelamente, o líder pediu à Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) para que forneça suporte “efetivo e irrestrito” a Kiev. As informações são da agência catari Al Jazeera.

O pedido de Zelensky ocorreu na véspera de uma série de cúpulas importantes em Bruxelas na quinta-feira (24) entre membros da Otan, do G7 – grupo dos países mais industrializados do mundo – e da União Europeia (UE).

“Venham de seus escritórios, suas casas, suas escolas e universidades, venham em nome da paz”, disse o líder ucraniano em um discurso em vídeo gravado perto dos escritórios presidenciais em Kiev. “Venha com símbolos ucranianos para apoiar a Ucrânia, apoiar a liberdade, apoiar a vida”.

Para especialistas, a Rússia não vem tendo êxito em seu objetivo principal: ganhar território rumo a Kiev e derrubar o governo ucraniano. O que teoricamente Moscou esperava resolver em pouco tempo já completou 30 dias, e as forças de Putin parecem “atoladas“, sem conseguir avançar. Enquanto isso, o exército ucraniano tem reconquistado áreas importantes.

Nesse período, milhares de pessoas foram mortas e ficaram feridas. Os ataques também expulsaram um quarto da população de 44 milhões da Ucrânia de suas casas – 4,3 milhões são crianças.

Quanto às estatísticas no front de batalha, a Otan estima que 7 mil a 15 mil soldados russos foram mortos em quatro semanas, número de imenso contraste com as 15 mil baixas russas ao longo de dez anos na guerra do Afeganistão.

Ambos os países forneceram poucas informações sobre seus números oficiais do conflito. Na sua última atualização, em 2 de março, Moscou disse que havia perdido aproximadamente 500 soldados e teve cerca de 1,6 mil feridos. Já a Ucrânia relata cerca de 1,3 militares mortos e afirma ter matado seis generais russos. A Rússia reconhece a morte de apenas um general.

Quem é amigo de quem’

No pronunciamento de quarta-feira, Zelensky disse esperar “passos sérios” da Otan e de lideranças do Ocidente. Ele reiterou seu apelo por uma zona de exclusão aérea e reclamou que o Ocidente não forneceu ao seu país aviões, sistemas antimísseis modernos, tanques ou armas antinavio.

“Nessas três cúpulas veremos quem é nosso amigo, quem é nosso parceiro e quem nos vendeu e nos traiu”, disse o líder ucraniano.

Os EUA devem enviar a primeira remessa de um novo pacote de armas de US$ 800 milhões para a Ucrânia, autorizado na semana passada, neste final de semana, disse um alto funcionário de Defesa.

Segundo o portal Times Live, Zelensky disse que está preparado para ter um encontro cara a cara com Vladimir Putin e chegar a um acordo para o fim da guerra.

“Todos nós precisamos de paz. Estamos prontos para discutir os termos do cessar-fogo, os termos da paz, mas não estamos prontos para ultimatos”, disse.

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com  / Siga o blog do professorTM/EJ  no Facebook, e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS