EDITORIAL: Qual o verdadeiro papel da CODEVASF? De fomentador do agronegócio brasileiro ou de “Barganha política”? Até quando?

 

 

Fotos e informações do  site oficial da Codevasf 
Por: Taciano Gustavo Medrado Sobrinho 
Engenheiro Agrônomo

Olá prezados leitores, para responder a essa pergunta do título desse editorial, vamos em primeiro lugar conhecer a história dessa importante instituição estatal.  

A história da Codevasf está associada à importância do rio São Francisco no âmbito do crescimento social e econômico brasileiro. Os constituintes de 1946, reconhecendo a importância do rio para o desenvolvimento integrado, inseriram no Ato das Disposições Transitórias o artigo 29, que determinou a execução de um plano de aproveitamento das possibilidades econômicas da bacia hidrográfica, num prazo de 20 anos destinando-se quantia anual não inferior a 1% da renda tributária da União.

Em decorrência, nasceu a Comissão do Vale do São Francisco (CVSF), criada pela Lei nº 541 de 15 de dezembro de 1948, que atuou durante os 20 anos estabelecidos pela Constituição. Para sucedê-la, foi criada, em 28 de fevereiro de 1967, pelo Decreto-Lei nº 292, a Superintendência do Vale do São Francisco (Suvale), autarquia vinculada ao então Ministério do Interior.

Em 16 de julho de 1974, para suceder a Suvale, foi instituída pela Lei nº 6.088 a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), que tem como objetivo promover o desenvolvimento da região utilizando os recursos hídricos com ênfase na irrigação.

Por força da Lei Nº 9.954, de 6 de janeiro de 2000, a Codevasf teve sua área de atuação ampliada para a bacia do rio Parnaíba e, pela Lei Nº 12.196, para os vales dos rios Itapecuru e Mearim.

Em 2017 houve a publicação de duas novas leis ampliando a área de atuação da empresa: a Lei nº 13.481/2017 que incluiu a bacia do rio Vaza-Barris e a Lei nº 13.507/2017 que incluiu os vales dos rios Paraíba, Mundaú, Jequiá, Tocantins, Munim, Gurupi, Turiaçu e Pericumã e os municípios do estado de Alagoas que não estão no vale do Rio São Francisco.

Os programas e as ações da Codevasf têm como foco principal o desenvolvimento regional, permitindo que sejam criadas novas perspectivas e oportunidades para a comunidade. Destacam-se as ações ligadas à revitalização da bacia do rio São Francisco, os Arranjos Produtivos Locais (APLs), o Projeto Amanhã, o Programa de Desenvolvimento Florestal e o Planap. Apesar de representarem potencial de desenvolvimento, essas ações precisam de articulações e união de esforços para organização, crescimento e melhoria da economia regional, gerando emprego e renda para a população.

As realizações pioneiras e os trabalhos persistentes da Codevasf, aliados às ações de instituições públicas e privadas, resultaram numa expressiva melhoria dos indicadores socioeconômicos do Vale, que dispõem, atualmente, de poderosos aparatos de energia e transporte.

Depois de descrevermos acima sobre quem é verdadeiramente a Codevasf,  não dá pra aceitar calado,  como a mesma é usada no campo político como instrumento de "Barganha" e "moeda de troca" pelos poliqueiro  de plantão,  que se sentindo detentores do poder ou "donos do órgão", indicam seus afetos muitos do quais desabilitados  para o cargo - sem pretender desmerecer aqueles que já assumiram a Codevasf -  basta se fazer um ligeiro retrospecto e  verificará que desde professor, a militar e outras formações totalmente desconexas com as atribuições do cargo ja sentaram na poltrona luxuosa  da 6ª Superintendência  da Codevasf em Juazeiro. Volto a enfatizar , são profissionais que nas suas áreas podem ter brilhados , mas na gestão do órgão nada se pode garantir. Eles são culpados (os indicados ?) em parte não, a culpa são dos seus indicadores que apenas usam o critério politico partidário nas nomeações  ao invés do aspecto técnico .

Quem é filho de Juazeiro como eu formado em Agronomia,  sabem do que estou afirmando.. Só vejo uma saída para esse "vício" e se encerre de  uma vez por todas :  A PRIVATIZAÇÃO.

Por fim,  Para aqueles que sentiram incomodado ou ofendido por algumas verdades ditas aqui , só lamento , mas é o meu ponto de vista enquanto Juazeirense , Baiano , nordestino e brasileiro .

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS