EVENTOS: Hospital Regional de Juazeiro realiza atividades voltadas ao Dia Mundial da Segurança do Paciente

Da   Redação

O aprimoramento dos serviços de assistência em saúde precisa passar, antes de tudo, pelo atendimento seguro às pessoas assistidas pelas instituições. Alinhadas a isso, atividades voltadas à orientação acerca da temática foram realizadas no Hospital Regional de Juazeiro (HRJ), administrado pelas Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), no dia 17 de setembro, data em que se comemora o Dia Mundial da Segurança do Paciente. Destinadas aos colaboradores, as ações aconteceram em todos os setores do complexo hospitalar.

Durante a manhã, integrantes do Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) estiveram presentes nas enfermarias e setores administrativos do Hospital, onde puderam realizar atividades lúdicas com os profissionais. O objetivo, de acordo com a fisioterapeuta e presidente do NSP, Kamilli Freitas, foi o de reforçar a conscientização acerca dos protocolos de segurança. “Materiais informativos, dinâmicas para orientação sobre o assunto e distribuição de brindes que se relacionassem com estes protocolos, como frascos de álcool 70%, por exemplo, foram algumas das estratégias que utilizamos para este fim”, explicou.

A ação integra uma série de ações propostas pelo Núcleo de Segurança do Paciente nos últimos meses. Além da comemoração pelo Dia Mundial de Segurança do Paciente, treinamentos teóricos e práticos sobre o tema têm sido realizados de forma frequente pela comissão. “A participação em treinamentos é algo muito importante pra nós e essas dinâmicas mais interativas nos ajudam a assimilar melhor o conteúdo e também nos dá a oportunidade de tirar possíveis dúvidas”, avaliou a técnica de enfermagem do HRJ, Suila Santos.

Divididos em seis metas, propostas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), os protocolos de segurança do paciente consistem na identificação do paciente; melhora da comunicação entre os profissionais de saúde; cuidado com a segurança na prescrição, no uso e na administração de medicamentos; realização segura de cirurgias em locais de intervenção, procedimento e paciente corretos; higienização das mãos para evitar infecções; e, por fim, redução do risco de quedas e úlceras por pressão.

Fonte: Ascom/Sesab


Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS