VICTÓRIA AZARENKA CRESCE NO JOGO, DESBANCA SERENA WILLIAMS DE VIRADA E VOLTA A UMA FINAL DE GRAND SLAM APÓS SETE ANOS


Victoria Azarenka contra Serena Williams no US Open — Foto: Robert Deutsch-USA TODAY Sports

Da:  Redação
Prof. Taciano Medrado

O recorde de Grand Slams de Serena Williams vai demorar um pouco mais para chegar. Depois de fazer as finais do US Open em 2018 e 2019, a americana parecia com um pé em sua terceira decisão no torneio de Nova York consecutiva. Porém, tinha uma Victoria Azarenka no meio do caminho. Amiga da ex-número 1 do mundo, a bielorrussa soube se impor após um primeiro set arrasador da rival e construiu uma grande virada em 2 sets a 1, parciais de 1/6, 6/3 e 6/3, para avançar à final.

Campeã do WTA de Cincinnati, na última semana, no mesmo complexo onde está sendo disputado o US Open, Azarenka vai repetir a final contra Naomi Osaka. Na ocasião, a japonesa sentiu uma lesão na coxa esquerda e abandonou a disputa, deixando o título nas mãos da bielorrussa.

Será também a primeira decisão de Grand Slam de Victoria Azarenka em sete anos. A última vez foi em 2013, quando esteve justamente na final do US Open. Naquele ano, a bielorrussa viveu seu melhor momento, sendo campeã do Australian Open, fazendo semi de Roland Garros, além do vice em Nova York.

Serena Williams, por outro lado, terá que aguardar um pouco mais para alcançar o recorde de títulos de Grand Slams de Margaret Court, com 24. Desde que se tornou mãe, em 2017, a americana disputou quatro finais - duas em Wimbledon e duas no US Open - mas foi vice em todas as oportunidades. Dessa vez, esteve próxima de reeditar o confronto de 2018 contra Osaka, mas segue como segunda maior vencedora de Majors na história do tênis.

O jogo

Serena começou a partida de forma arrasadora. Com um altíssimo aproveitamento em seu serviço, a americana buscou muita agressividade nas devoluções e tirou o tempo de jogo de Azarenka. Facilmente, ela construiu uma vitória por 6/1, com três quebras na parcial e sem ter perdido um game de saque sequer. A vitória parecia muito bem encaminhada e até mesmo com certa facilidade.


Serena Williams vibra contra Victoria Azarenka no US Open — Foto: Robert Deutsch-USA TODAY Sports

Azarenka, por outro lado, passou a mostrar uma mentalidade diferente no segundo set. Se movimentando mais e muito focada no jogo, a bielorrussa passou a errar muito pouco. Assim, deixou Serena confusa, com muita pressão nas devoluções e explorando o contrapé da americana. Com muito mérito, deixou tudo igual em 6/3.

Logo no início do terceiro set, Serena pediu atendimento médico no pé, parecendo sentir algumas dores. Mesmo com o tempo de jogo parado, Azarenka voltou com a mesma pegada e logo se aproveitou para quebrar o saque da americana, abrindo 3/0. A bielorrussa seguiu muito sólida, não deu uma chance de break sequer e manteve a vantagem até finalizar a partida em 6/3, garantindo vaga na decisão do US Open.

G1

Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENQUETE

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS