CUIDANDO DE GENTE: Prefeitura de Juazeiro inicia transferência de famílias do Angari afetadas pela cheia do Rio São Francisco e moradores manifestam elogios pela assistência irrestrita

 

A Prefeitura de Juazeiro iniciou nesta quinta-feira (12) a transferência das primeiras famílias que residem na parte baixa do bairro Angari e estão tendo as casas invadidas pela elevação do Rio São Francisco, proveniente do aumento da vazão da barragem de Sobradinho. A Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (Sedes) está dando todo o suporte na mudança das famílias, que estão sendo abrigadas em um prédio residencial locado pela gestão municipal, localizado no bairro Cajueiro.

Seis famílias foram transferidas nesta quinta-feira, e mais uma família deve ser transferida nesta sexta-feira (13). Cada uma delas foi abrigada em um apartamento com sala, 2 quartos, banheiro, cozinha e área de sol, tendo sua privacidade mantida - um dos pontos considerados como mais positivos pelos moradores.

“Moro aqui no Angari há 23 anos e já passei por essa situação diversas vezes e posso garantir que nunca tivemos a assistência que estamos recebendo agora da prefeitura. Nunca entrei num apartamento ou casa com essa estrutura que estão nos colocando, muito bom. Condições melhores do que a que temos em nossa casa”, afirmou o marinheiro Diego Nascimento.

A dona de casa Ana Paula Andrade, conta que as famílias receberam visita da assistente social e que estão monitorando diariamente a situação das famílias. “Já passei aqui por três enchentes e duas cheias e esse foi o ano em que recebemos a melhor assistência. Tá muito melhor do que nos anos anteriores, não temos do que reclamar da atenção que estamos recebendo da gestão municipal, dando todo suporte para sairmos de forma organizada”, afirmou a dona de casa Ana Paulo Andrade, que está organizando seus pertences para sair da sua casa.

Assistência social

A prefeita Suzana Ramos destaca que a gestão municipal está ciente e acompanhando diariamente a situação do bairro Angari. “Estamos trabalhando no monitoramento das famílias do bairro Angari 24h por dia. Estamos garantindo a oferta da moradia, a integridade física e material dessas famílias, estamos alinhando com a Secretaria de Saúde para acompanhar toda a situação, e daremos todo o suporte necessário, pois o nosso papel enquanto gestora da cidade é cuidar do nosso povo”, afirmou a prefeita Suzana Ramos.

O diretor de Proteção Social Básica da Sedes, Jadilson Oliveira, explica que uma equipe social do Cras que atende a área vem realizando visitas de prevenção desde a semana passada. “Já realizamos o cadastramento de todas as 30 famílias que moram na parte baixa do bairro Angari, fizemos o trabalho educativo preventivo para evitar maiores danos, alertando sobre os perigos e agora estamos fazendo o acompanhamento diário, para tomarmos as medidas necessárias de acordo com cada situação e demanda”, explicou Jadilson Oliveira.

Texto: Gardennia Garibalde – Ascom/PMJ
Fotos: Luan Medrado – Ascom PMJ

Para ler a matéria na íntegra acesse nosso link na pagina principal do Instagram. www: professsortaciano medrado.com  e  Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS