ACIDENTE AÉREO: Quem é o passageiro que filmou últimos momentos do avião antes de cair no Nepal matando 70 pessoas. Reveja o vídeo!

Fotomontagem TM  (Sonu Jaiswal fez uma live do avião segundos antes da queda© BBC)

Da Redação

Poucas horas após o acidente de avião mais mortal do Nepal em 30 anos, um vídeo viralizou na Índia - as imagens mostram uma das vítimas, Sonu Jaiswal, transmitindo ao vivo do avião segundos antes do acidente.

Ele fazia parte de um grupo de quatro amigos de Ghazipur, na Índia, que estava visitando o Nepal e pegou o voo de Kathmandu para Pokhara.

No vídeo, é possível ver os arredores do aeroporto de Pokhara a partir do avião durante o pouso.

Acredita-se que nenhuma das 72 pessoas a bordo tenha sobrevivido ao acidente.

O vídeo mostra a aeronave sobre os edifícios. Pouco depois, há um estrondo ensurdecedor.

Em segundos, enormes chamas e fumaça preenchem a tela enquanto a câmera continua gravando. É possível ouvir o que parece ser o barulho de um motor, além de vidros quebrando e depois gritos antes de o vídeo terminar.

Amigos e familiares de Sonu Jaiswal disseram que assistiram ao vídeo em sua conta no Facebook e confirmaram sua autenticidade.

"Sonu abriu a live pouco antes do avião cair em um desfiladeiro perto do rio Seti", disse Mukesh Kashyap, amigo de Jaiswal, a repórteres.

O jornalista local Shashikant Tiwari disse à BBC que Kashyap mostrou a ele o vídeo no perfil de Jaiswal no Facebook, que está definido como privado.

Vídeos postados nas redes sociais mostram uma aeronave voando baixo sobre uma área povoada antes de cair bruscamente,

Não está claro como Jaiswal acessou a internet para transmitir do avião.

Abhishek Pratap Shah, um ex-parlamentar do Nepal, disse ao canal de notícias indiano NDTV que as equipes de resgate recuperaram o telefone no qual o vídeo foi encontrado nos destroços do avião.

"Ele [o clipe] foi enviado por um de meus amigos, que o recebeu de um policial. É uma gravação real", disse Shah ao canal de notícias.

Autoridades nepalesas não confirmaram ou comentaram as imagens, algo que poderia ajudar os investigadores do acidente em seu trabalho.

Mas para os entes queridos dos quatro amigos - Jaiswal, Abhishek Kushwaha, Anil Rajbhar e Vishal Sharma - nada disso importa. Eles dizem que estão "destruídos demais" para se importar.

"A dor é difícil de explicar", disse Chandrabhan Maurya, irmão de Abhishek Kushwaha.

"O governo precisa nos ajudar o máximo que puder. Queremos que os corpos de nossos entes queridos sejam devolvidos para nós."

As autoridades de Ghazipur, no norte do estado de Uttar Pradesh, disseram que estão em contato com as quatro famílias e com a embaixada indiana em Katmandu para oferecer qualquer ajuda possível.

"Também dissemos às famílias que, se quiserem viajar para Katmandu, tomaremos todas as providências para elas", disse o magistrado distrital Aryaka Akhauri a repórteres.

Vários aldeões se lembram dos quatro homens como "almas gentis e divertidas". Eles disseram que ficaram arrasados com a tragédia que atingiu suas vidas tranquilas.

Alguns deles também aderiram aos protestos, exigindo indenizações para as famílias.

As famílias das vítimas indianas pediram indenização ao governo.

Os quatro homens, todos com cerca de 20 ou 30 anos, eram amigos há muitos anos e costumavam passar algum tempo juntos.

Moradores dizem que foram ao Nepal em 13 de janeiro para visitar o templo Pashupatinath, um grande santuário nos arredores de Katmandu dedicado ao deus hindu Shiva.

A viagem foi supostamente ideia de Jaiswal - pai de três filhos, ele queria orar no templo por outro filho.

Depois de visitar o templo, os amigos partiram no domingo para Pokhara - uma pitoresca cidade turística situada perto da cordilheira Annapurna - para voar de parapente. Eles planejavam retornar a Katmandu.

"Mas o destino tinha algo mais reservado para ele", disse um parente não identificado de Jaiswal à agência de notícias PTI.

Os quatro homens estavam entre os cinco indianos a bordo. Autoridades disseram que 53 dos passageiros eram nepaleses, quatro russos e dois coreanos. Outros passageiros a bordo seriam da Irlanda, Austrália, Argentina e França.

Nesta segunda-feira (16/1), as redes sociais indianas foram inundadas por imagens do local do acidente e pelo vídeo feito por Jaiswal.

O pai de Jaiswal, Rajendra Prasad Jaiswal, disse não conseguir assistir à gravação sozinho. "Eu só ouvi sobre isso dos amigos de Sonu. Nossas vidas desabaram."

Enquanto grupos de enlutados permaneciam incrédulos na vizinhança, o pai de Anil Rajbhar permaneceu afastado.

Seu filho partiu para o Nepal em 13 de janeiro sem informar a família. Enquanto o pai estava ocupado cuidando de sua fazenda, Anil fez as malas discretamente e saiu com os amigos, disseram vizinhos.

*Reportagem adicional de Shashikant Tiwari em Uttar Pradesh

- Este texto foi publicado em https://www.bbc.com/portuguese/internacional-64298845

 


Para ler a matéria na íntegra acesse nosso link na pagina principal do Instagram. www: professsortaciano medrado.com  e  Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS