OPINIÃO: Economia com Lula é incerta e Bolsonaro ainda pode vencer, diz Henrique Meirelles ex-presidente do Banco Central noa dois mandatos de Lula


Da Redação

O ex-presidente do Banco Central e ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles, 77 anos, fez uma análise pessimista do que poderá ser a economia num eventual governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) caso ele vença o 2º turno da eleição presidencial. Disse haver incertezas, predominância de ideias de economistas estatizantes e que Jair Bolsonaro (PL) ainda tem chance de ser reeleito.

O 1º governo de Lula foi muito responsável do ponto de vista fiscal. O 2º, menos e mais aberto a demandas políticas. E o 3º governo do PT, com Dilma Rousseff, acabou numa recessão, explicou Meirelles para um grupo de pessoas que paga para receber informações da consultoria Eurasia. Aí o ex-ministro completou: “A questão é saber qual dos 3 modelos ele vai adotar se vencer”.

E o que Meirelles acha? “Eu acho que depende. Se você considera o atual programa de governo de Lula [apresentado apenas de maneira epidérmica na campanha], isso será uma má notícia. O plano foi preparado levando em conta uma visão similar à do 3º governo do PT, a administração de Dilma Rousseff, especialmente porque quem desenvolveu esse programa foi um grupo de economistas que acreditam fortemente no papel do Estado e de empresas estatais com indutores do desenvolvimento”, disse Meirelles. Em seguida, concluiu: “E essa visão é a que está prevalecendo neste momento”.

Meirelles participou de uma conferência telefônica da Eurasia. Não está claro no relatório da empresa quando foi a conversa. Assinantes do serviço receberam a transcrição de parte da apresentação nesta 3ª feira (18.out.2022). O Poder360 leu o documento (PDF – 272KB).

O ex-ministro da Fazenda foi franco, levantou mais dúvidas do que apresentou certezas. Quem lê o que foi dito por Meirelles fica sem saber como poderá ser um eventual governo Lula na área econômica.

Meirelles foi presidente do BC nos 2 mandatos de Lula (2003-2010). No governo de Michel Temer (2016-2018) foi ministro da Fazenda e idealizou a regra do teto dos gastos, aprovada pelo Congresso como emenda constitucional. Há alguns dias ele tem sido cogitado, inclusive, para voltar a integrar a equipe econômica no caso de uma vitória petista. Suas declarações podem colocar essa possibilidade em risco.

Na conversa, reafirmou que apoia o petista. Mas não se mostrou convicto sobre a possibilidade de vitória do PT. Disse que há chances de reeleição de Jair Bolsonaro (PL). “Lula é favorito, mas ainda acho que Bolsonaro pode vencer”, afirmou.

Na avaliação do ex-ministro, há dúvidas sobre o que Lula decidirá fazer na economia se eleito. Ele afirmou que houve grande variação nessa área nos mandatos de Lula e de sua sucessora, Dilma Rousseff (PT).

O ex-ministro contou a seus interlocutores que Lula escolheu não barrar Dilma como candidata a presidente, mesmo tendo sido alertado sobre uma linha econômica diferente poderia ser adotada. “Assessores avisaram Lula sobre como Dilma comandaria a área fiscal de maneira diferente, mas ele decidiu apoiá-la mesmo assim em 2010”, disse Meirelles.

Para Meirelles, o plano atual que tem sido apresentado, ainda que de maneira preliminar por Lula, foi inspirado em políticas de Dilma Rousseff.

AUXÍLIO BRASIL

Em comerciais eleitorais, Lula tem dito de maneira direta que vai manter o Auxílio Brasil em R$ 600 por mês. O dinheiro irriga as contas de aproximadamente 21 milhões de famílias pobres. O Orçamento de 2023, entretanto, estipula verbas apenas para um estipêndio mensal de R$ 405.

Meirelles falou sobre o assunto no encontro com a Eurasia. Disse que será necessário buscar apoio de deputados e senadores para manter o atual patamar do Auxílio Brasil. “É impossível manter auxílio de R$ 600 sem o Congresso autorizar”.

Fonte: Poder 360

Para ler a matéria na íntegra acesse nosso link na pagina principal do Instagram. www: professsortaciano medrado.com  e  Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS