Em Barreiras, ACM Neto diz que Oeste foi esquecido pelo governo do PT e critica Jerônimo: “Tenta se esconder atrás de mentiras


Candidato a governador ainda ressaltou que Jerônimo foi testado e reprovado por onde passou

O candidato a governador ACM Neto afirmou que a região Oeste do estado foi esquecida pelos governos do PT e criticou o adversário neste segundo turno, Jerônimo Rodrigues (PT), que, segundo ele, “tenta se esconder atrás de mentiras”. Em Barra e Barreiras, onde cumpriu agenda nesta quarta-feira (19), Neto reforçou seu compromisso de implantar na região um dos primeiro Governos Regionais (GRs), caso seja eleito governador.

“Os nossos adversários tiveram 16 anos e o resultado do trabalho deles é a Bahia em primeiro lugar em número de homicídios, em número de desempregados, em número de pessoas vivendo em condição de pobreza, na dificuldade de acesso ao sistema de saúde e o último lugar em educação de qualidade. Não falta nada para piorar”, apontou.

“Essa região se queixa pela ausência do Governo do Estado. Essa região reclama por mais atenção, por mais cuidado e por mais investimentos. E hoje estou aqui, reafirmando um compromisso que assumi no primeiro turno. A partir de 1º de janeiro, tomando posse como governador, eu assino um decreto para instituir um Governo Regional no Oeste. O governador vai estar aqui presente não apenas na véspera de eleição. Eu estarei aqui durante os quatro anos do meu mandato, trabalhando ao lado de vocês”, salientou o candidato.

O ex-prefeito de Salvador fez críticas à postura de Jerônimo Rodrigues, candidato ao governo pelo PT, e questionou o fato dos seus adversários continuarem divulgando fake news sobre o processo eleitoral.

“Ele tenta se esconder atrás de mentiras. Foge dos debates e, quando eles dizem que se o povo não votar no mesmo número para governador e para presidente anula o voto do presidente, é mentira. Eles tentam enganar as pessoas”, apontou. “O que nós vamos decidir no dia 30 é o nosso futuro. É o que nós queremos para as nossas vidas. Não dá para trocar essa decisão por R$ 50, por R$ 100. Não dá para abrir mão dessa decisão em troca de duas ou três cervejas no dia da eleição e abrir mão de escolher o melhor para o futuro da Bahia por conta de um número de jeito nenhum”, enfatizou Neto.

ACM Neto ressaltou que não aceitará que a Bahia continue oferecendo aos baianos a realidade atual, e que se for eleito, trabalhará todos os dias do mandato pelos 417 municípios do estado. “Eu serei um governador que não vai aceitar essa pouca vergonha que está acontecendo na Bahia”, enfatizou.

“Eu gostaria de poder encher o peito e falar muito bem da Bahia, porque nosso povo merece, nosso povo é lutador, nunca perdeu a esperança. Nosso povo jamais deixou de acreditar em nosso Estado, mas nós precisamos mudar. Eles já tiveram tempo suficiente. A Bahia precisa viver um novo momento e pras coisas mudarem não é com aquele grupo do passado. Menos ainda com um cara que hoje é candidato a governador e por onde passou foi mal. Ele foi testado e reprovado”, destacou Neto durante fala aos moradores da região.

Neto ponderou ainda que não será o presidente eleito que trabalhará para mudar os índices do estado. E reafirmou que os baianos podem escolher qualquer representante que desejarem: “Estou preparado para governar com o presidente que os baianos elegerem”.

“A partir do dia 1° de janeiro do próximo ano caberá ao governador e a mais ninguém cuidar da polícia, botar presídio para funcionar, construir hospital, fazer a fila da regulação andar, fazer as escolas formarem os alunos com qualidade e preparar os nossos jovens para os desafios da vida. Caberá ao governador olhar pela agricultura familiar, pelos pequenos produtores, para trazer emprego para a região”, disse.

“Não adianta achar que alguém de fora da Bahia vai poder fazer milagre e resolver esses problemas. Quem vai ter que encarar o dia a dia da Bahia é o governador que os baianos escolherem”, acrescentou o candidato.

Propostas

Durante visita à região, ACM Neto falou sobre propostas como o Morar Melhor - projeto iniciado em Salvador que será ampliado para toda a extensão do estado, e de apoio aos pequenos produtores locais. Com o Morar Melhor, o Governo vai disponibilizar R$ 10 mil para as pessoas mais carentes reformarem suas casas, tanto nas áreas rurais quanto nos centros urbanos.

“Eu sei que as pessoas mais pobres trabalham, dão o seu melhor, suam a camisa, mas não sobra dinheiro para reformar suas casa. E o maior sonho de todo mundo é viver com dignidade ao lado da sua família. Esse projeto não só é possível, como eu já fiz lá em Salvador e mudou a vida de mais de mil famílias na capital do estado. Tudo feito com recursos da prefeitura”, contou.

Já com o foco no setor da agricultura, Neto garantiu que vai entregar o direito de posse das propriedades rurais. “Vamos assegurar que as terras serão para produzir e não espaço para qualquer tipo de descumprimento da ordem e da lei”, pontuou.

Texto e fotos: Ascom/ACM Neto

Para ler a matéria na íntegra acesse nosso link na pagina principal do Instagram. www: professsortaciano medrado.com  e  Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS