ACM Neto diz que Candidato "Lulapetista" Jerônimo Rodrigues nacionaliza as eleições e evita discutir os problemas da Bahia


Da Redação
Por: Taciano Medrado

O ex-secretário de Educação da Bahia, o incompetente Jerônimo Rodrigues, todas as vezes que era chamado pela imprensa para explicar os péssimos resultados e a situação da educação no estado, ele nacionalizava o problema e atacava o presidente Jair Bolsonaro na tentativa de desviar o foco do problema.

Certa vez em  uma entrevista ao programa Revista da Cidade do apresentador Waltermario Pimentel, um professor do Estado questionou  o porquê da demora do secretário em implementar o ensino Remoto já que os alunos da rede estadual se encontravam há mais de 8 meses sem aula (o estado da Bahia ficou 365 dias, ou seja um ano se aula), o mesmo enrolou e desviou o foco da questão e começou a atacar o presidente chamando-o de Genocida e imputando culpa para a situação da educação na Bahia, ou seja, como sempre querendo tirar a sua responsabilidade.

Agora na disputa pelo governo da Bahia, depois de sair à frente do candidato do União Brasil ACM Neto, mais uma vez o “poste” petista, Jerônimo Rodrigues (PT), usa da mesma estratégia e se “esconde” atrás da nacionalização da disputa para não discutir os problemas “reais” da Bahia. Está mais preocupado em fazer militância para seu "líder" Lula do que apresentar propostas e políticas públicas para o povo baiano.

O ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, criticou a atitude de seu adversário em entrevista ao jornal O Globo, divulgada nesta sexta feira (14) ,e afirmou que vai dialogar e respeitar o presidente eleito, independente da ideologia. Ele assumiu neutralidade no 2º turno da disputa presidencial. Já o seu adversário tem em seu palanque a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Meu foco é a eleição estadual. O meu adversário nacionaliza a campanha pois quer se esconder. Ele quer tudo, menos discutir os problemas reais da Bahia. Governei Salvador por 8 anos com 3 presidentes diferentes, sempre com diálogo”, disse ACM Neto.

A Bahia está sob gestão de governos do PT há 16 anos. O ex-prefeito de Salvador disse que Jerônimo foi um “fracasso” como secretário de Educação, ao mencionar que o Estado ficou em penúltimo lugar no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) de português e matemática. 

O Jerônimo se esconde nessas polêmicas para encobrir as suas deficiências. Ele não tem moral. O vice dele também se declara pardo. O Rui Costa, seu principal apoiador, também. Ele é contraditório e hipócrita”, disse.

Para ler a matéria na íntegra acesse nosso link na pagina principal do Instagram. www: professsortaciano medrado.com  e  Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS