NOTICIAS INTERNACIONAIS: A conservadora Liz Truss é eleita primeira-ministra do Reino Unido e lista três prioridades no cargo: economia, energia e saúde.

Foto reprodução

A nova primeira-ministra do Reino Unido, a conservadora Liz Truss, prometeu nesta terça-feira (06/09), em seu primeiro discurso à nação como chefe de governo, uma ação rápida para enfrentar o aumento dos preços da energia provocados pela guerra russa na Ucrânia e cumprir seu compromisso de redução de impostos.

"Estou confiante de que juntos podemos superar a tempestade, reconstruir nossa economia e nos tornar o Reino Unido moderno e brilhante que sabemos que podemos ser", disse ela diante da porta número 10 de Downing Street, seu escritório e residência oficial.

Truss listou suas três prioridades no cargo: economia, energia e saúde.

No entanto, ela terá que lidar com uma economia em crise, com inflação em dois dígitos, enquanto o custo da energia sobe e o banco central do país alerta para a iminência de uma longa recessão até o final deste ano.

Seu plano de retomar o crescimento através de cortes de impostos, ao mesmo tempo em que planeja um pacote de cerca de 100 bilhões de libras (US$ 116 bilhões) para subvencionar contas de energia, abalou os mercados financeiros, levando à queda da libra e dos títulos do governo nas últimas semanas.

A líder do Partido Conservador, que herda a maioria absoluta que seu antecessor, Boris Johnson, obteve nas urnas há três anos, se tornou a terceira mulher a assumir o cargo de primeira-ministra do Reino Unido, ao ser empossada pela rainha Elizabeth 2ª mais cedo nesta terça-feira.

Em um ato protocolar conhecido como "beija mãos" – embora na prática se limite a uma reverência ou um aperto de mãos –, do qual o Palácio de Buckingham divulgou uma foto, a monarca pediu que Truss forme um novo governo.

A cerimônia ocorreu no castelo de Balmoral, onde, pela primeira vez no atual reinado, Elizabeth 2ª nomeou uma nova liderança de governo, por restrições médicas de viagem.

No encontro, em que tiveram sozinhas, como manda a tradição britânica, a rainha pediu a Truss que forme um novo gabinete, o que deve ser respondido apenas como um "sim".

"Truss aceitou a oferta de Sua Majestade e beijou mãos após sua nomeação como primeira-ministra", informou o Palácio de Buckingham, em comunicado.

Despedida de Johnson

Pouco antes, o agora ex-premiê Boris Johnson havia apresentado sua demissão formal à monarca, depois de ter anunciado em 7 de julho que deixaria o cargo.

Em discurso de despedida em Downing Street, Johnson disse que sua sucessora fará "tudo" para liderar os britânicos através da crise. Ele pediu aos conservadores que "apoiem Liz Truss" e prometeu fazer o mesmo "em cada passo do caminho" da nova premiê.

Johnson disse também que o Reino Unido "sairá mais forte" da crise econômica. "Este é um momento difícil para a economia. É um momento difícil para as famílias em todo o país. Podemos e vamos superar isso, sairemos mais fortes do outro lado."

Truss venceu as eleições internas pela liderança do Partido Conservador na segunda-feira, o que garante a indicação para a chefia de governo, graças à maioria parlamentar da legenda.

Com informações do Reuters

Para ler a matéria na íntegra acesse nosso link na pagina principal do Instagram. www: professsortaciano medrado.comno Facebook, e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS