CLIMA TENSO: Integrantes do MBL e do PSOL se envolvem em confusão, e PM tenta levar Boulos

Confusão entre Boulos e o MBL em SP (Foto: Leandro Paiva)

Da Redação

Uma confusão entre o candidato a deputado federal Guilherme Boulos (PSOL) e integrantes do MBL (Movimento Brasil Livre) terminou com troca de acusações de entre os grupos.

Integrantes do MBL acusando o candidato e sua equipe de agredir um adolescente de 15 anos pertencente ao grupo. Já o líder afirma que os militantes usaram o menor de idade para provocar a equipe do candidato e depois o acusaram falsamente.

Segundo a equipe de Boulos, policiais militares tentaram "prender ilegalmente o candidato a deputado".

Um vídeo dos integrantes do MBL mostra o rapaz se aproximar, filmando o próprio rosto, e questionando sobre porque Boulos defende ditaduras como a de Cuba. Posteriormente, a câmera começa a tremer e é impossível identificar o que se passou.

Outro vídeo enviado pelo grupo mostra um empurra-empurra e depois algumas pessoas batendo no jovem. O MBL apresentou uma foto do rapaz com hematomas no rosto.

Os militantes, então, chamaram a polícia. Diante da recusa de Boulos a ser detido, segundo a nota da equipe dele, "os policiais agrediram fisicamente militantes de esquerda e usaram gás de pimenta".

A tentativa de prisão durou por volta de 30 minutos, mas acabou abortada após intervenção dos advogados Ariel de Castro Alves e Augusto de Arruda Botelho, que é candidato a deputado federal pelo PSB.

"Conversei com os policiais militares responsáveis pela ocorrência. Eles queriam levar o Gulherme Boulos preso em flagrante. Eu disse que não, que isso é ilegal. Se tivesse um boletim de ocorrência, uma intimação ou coisa semelhante, não havia prova nenhuma dessa suposta agressão", disse o advogado.

Em vídeo, o candidato a deputado federal Beraldo, integrante do MBL, afirma que a mãe do adolescente chamou a polícia. "Na hora de agredir toda a quadrilha que fica no teu entorno agrediu um moleque de 15 anos, você é machão. Agora vem aqui ser macho com a polícia, para ir para a delegacia com a mãe dele prestar queixa contra você", diz o candidato, no vídeo.

Com informações do Estadão

Para ler a matéria na íntegra acesse nosso link na pagina principal do Instagram. www: professsortaciano medrado.com  e  Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação. 

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS