OPINIÃO: Saidinha sem volta

(*) Roberval Souza

Registros da Policia Civil informam que homem de 28 anos foi indiciado por cometer 4 roubos em menos de 20 minutos em 3 bairros durante a saída temporária da cadeia. Os crimes cometidos em fevereiro foram realizados em Montes Claros no norte da estado de Minas. Segundo a polícia no dia dos fatos o homem foi até um Posto de Saúde no bairro Morada do Sol abordou a atendente levando o celular e os documentos dela, pouco mais de 5 minutos o suspeito se dirigiu a uma padaria onde lá abordou algumas pessoas que estavam no local roubando os celulares e o dinheiro do caixa, saindo de lá o homem foi até um outro bairro e 3 minutos após o segundo roubo entrou em uma mercearia levando o dinheiro e mais celulares, na mesma região então com 2 pessoas na rua anunciou o assalto e subtraiu dinheiro e celulares. Por esse exemplo vemos quão perniciosa é a questão da saidinha de detentos. O absurdo que se comete ao soltar bandidos com uma legislação penal frouxa redigida a partir de advogados que militam na área criminal durante governo do PT,  e de ações de ONG’s que se dizem defensoras dos direitos humanos.

Outro fato ocorreu em Brasília onde um detento do saidão de final de ano,  com vários processos de crimes de morte e de alta periculosidade, matou um casal vários tiros eles estavam dentro de um carro com seu filho dormindo no banco traseiro, no dia seguinte um pessoa ouviu a criança chorando ao verificar encontrou o casal morto.

Ás vezes  a  luz  no  final do  túnel é acesa, todos fatos descrito acima pode estar com os dias contados, pois a Câmara dos Deputados aprovou por 311 votos  a  favor e 98  contra, o Projeto de Lei que extingue as  SAÍDAS TEMPORÁRIAS DE PRESOS no Brasil, que chamaram de  “saídões”. O Projeto de Lei segue agora para o Senado. Será uma grande vitória das pessoas de bem que veem as estatísticas dessas saidinhas em que 32% dos presos não voltam para  cumprir a  pena  a qual foram condenados, além de voltarem a  praticar novos delitos.  Salientando que os Deputados de esquerda: PSOL, PT, PCdoB, REDE e PSB   votaram fechados  para  a  continuidade deste  “beneficio”, inclusive com defesa em plenário com o argumento de ressocialização do preso, da Deputada Erika Kokay do PT. 

A resposta  a  esses  Representantes da população carcerária deve ser dada em outubro votando-se em candidatos comprometidos com a mudança da fraca Lei Penal Brasileira. A lista completa com os nomes de quem votou contra pode ser acessada no site da câmara.  Abaixo os nomes dos Deputados da Bahia e Pernambuco que votaram contra a aprovação do projeto de Lei 6579/13 na Câmara de Deputados.

Pernambuco:   Carlos Vera  PT – Danilo Cabral PSB – Gonzaga Patriota PSB – Renildo Calheiros PCDOB – Tulio Gadelha REDE

Bahia:   Afonso Florence  - Joseildo Ramos - Josias Gomes - Waldenor Pereira - Valmir Assunção – Valmir Assunção ( PT );  Alice Portugal - Daniel Almeida (PCdob) ;  Bacelar (PV);  Félix Mendonça Júnior (PDT);   Lídice da Mata (PSB);  Tito (AVANTE).

(*) Consultor político ABCOP

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com  / Siga o blog do professorTM/EJ  no Facebook, e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS