JUAZEIIRO : Recenseadores do IBGE ja iniciaram a coleta de dados para o Censo Demográfico 2022. Participe!

Recenseador do IBGE  João Alder Filho  - Bairro Castelo Branco 

Da Redação

Por: Taciano Medrado

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) começa, na segunda-feira (1º), a coleta de dados para o Censo Demográfico 2022. A pesquisa domiciliar estava prevista para ocorrer em 2020, mas precisou ser adiada, duas vezes, por causa dos efeitos da pandemia da Covid-19.

Em todo o Brasil, cerca de 70 milhões de domicílios devem ser visitados até o final de outubro. A agilidade na coleta de dados também é fator importante para o sucesso do trabalho.

Com os dados atualizados em mãos, os governantes, das três esferas, vão poder ajustar as políticas públicas e usar melhor os recursos advindos dos impostos cobrados de todos nós. O último censo foi realizado em 2010 e muita coisa mudou de lá para cá. A sociedade sofreu transformações importantes. Com o advento do home office, por exemplo, milhares de famílias trocaram a vida na cidade grande pela tranquilidade do interior. Movimentos desse tipo vão poder ser quantificados com o trabalho dos recenseadores. E a distribuição das verbas oficiais poderá ser melhor equalizada.

Pelas estimativas atuais, Juazeiro, no norte da Bahia tem 215.183 habitantes. O Censo 2022 vai explicar onde estão vivendo essas pessoas, o nível de renda que elas possuem e os problemas que enfrentam no dia a dia. Num exercício de futurologia, se os dados finais da pesquisa domiciliar indicarem que a maior parte da população da zona norte usa o transporte público, a prefeitura vai conseguir adequar o sistema para essa demanda. Por outro lado, se em determinada região da cidade a população envelheceu e não há mais crianças em idade escolar, os dirigentes municipais vão poder desativar unidades educacionais e transferir o efetivo para áreas onde a necessidade seja maior.

Os censos e outros levantamentos estatísticos têm ajudado a identificar bolsões de pobreza e outros sinais de desigualdade social no território nacional, nos municípios e em seus bairros. Com as informações atualizadas vai ser possível acompanhar os efeitos -- e defeitos -- de políticas e programas públicos das mais variadas áreas, tais como trabalho, educação, saúde, previdência e assistência social.

O levantamento vai conseguir avaliar também os efeitos da guerra fiscal entre Estados. Várias unidades da Federação reduziram os impostos na tentativa de atrair indústrias e gerar empregos. Muitos empresários aproveitaram esse momento para mudar suas instalações e arrastar uma legião de trabalhadores. Só que nem todos os governadores conseguiram cumprir as promessas de melhoria de infraestrutura oferecidas durante a assinatura dos acordos. A escassez de mão de obra qualificada, a precariedade de algumas rodovias e a distância dos compradores finais afetou o custo de produção. Muita gente já está arrependida, pensando em retornar aos grandes centros de consumo. E isso pode mexer, novamente, com o desenho populacional do País.

Por todos esses motivos é muito importante que a população atenda bem e com urbanidade os recenseadores.  Muita gente se preocupa com segurança e evita atender desconhecidos na porta de casa. Por conta disso, os recenseadores estarão identificados com colete azul marinho, com o logotipo do IBGE e um crachá de identificação. O governo federal vai liberar a consulta, pela internet, da identificação de todos os envolvidos na coleta de dados. Na dúvida, antes de abrir a porta, você pode confirmar se a pessoa é quem diz ser mesmo. Os funcionários são orientados a não pedir para entrar na casa, já que tudo pode ser feito na calçada da residência. Atitudes diferentes dessa devem ser motivo de desconfiança. Outra opção é responder as informações pela internet. Para isso, o morador deve receber do recenseador um e-ticket (tíquete eletrônico), com prazo de validade de sete dias, que libera o acesso ao questionário on-line do IBGE.

Estamos há mais de uma década sem saber a real situação do País. O Censo vai ajudar a colocar a casa em dia. As informações atualizadas vão permitir a adequação das políticas públicas e uma vida melhor para todos nós. O nosso dever agora é colaborar com os recenseadores.


Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com  / Siga o blog do professorTM/EJ  no Facebook, e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS