ESSA É A MINHA OPINIÃO E A SUA? Síndrome de N.A - "Necessidade de Aparecer"


(*) Taciano Gustavo Medrado Sobrinho

A socióloga que flertou o ex-presidiário Lula pelos 580 dias em que o petista esteve preso na carceragem da polícia federal em Curitiba,  até conseguir o que queria, ou seja se unir em matrimônio com o Inácio parece viver em uma Caverna de Platão do Lulapetismo.

Hoje casada com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) desde maio, a socióloga Rosângela da Silva, tem provocado  incômodos entre aliados do presidenciável.

Segundo as jornalistas Cátia Seabra, Júlia Chaib e Thaisa Oliveira da Folha de São Paulo,  Janja interfere diretamente em tudo que diz respeito a Lula, desde  da cor do material de campanha à comida a ser servida na cozinha da Fundação Perseu Abramo. Ela sempre mantém por perto uma garrafa de água para oferecer ao marido durante os atos políticos. Na pré-campanha, chegou a repreender agentes responsáveis pela segurança de Lula. Também já reclamou a assessores do excesso de sessões de fotos a que ele se submete.

Ainda segundo a matéria, Janja tem dito a pessoas próximas que quer "ressignificar" o papel de primeira-dama. Ela tem defendido pautas como combate à fome, soberania alimentar e defesa dos direitos das mulheres.

"Se eu puder contribuir em alguma coisa nessa campanha, nesse governo, que se Deus quiser tudo vai dar certo, vai ser justamente na questão da segurança alimentar voltada para as mulheres", afirmou em um ato político em abril.

Ela busca participar de todas as reuniões da cúpula da candidatura petista e de encontros reservados de Lula com interlocutores chave. Esteve inclusive naquelas que antecederam a escolha do publicitário da campanha e opina sempre que julga necessário.

Segundo petistas, Janja fala o que pensa, mas não impõe a própria visão. As intervenções geram críticas de uma ala da campanha, que reclama de ela ser "invasiva".

Em 8 de agosto, durante reunião do conselho político, Janja reclamou do tom escuro das peças publicitárias apresentadas.

Existem uma ala de petistas temerosos com o fato de as decisões de Janja serem tomadas à revelia da campanha. Ninguém tem, no entanto, coragem de falar com o ex-presidente, tido como um homem apaixonado e que estimula a independência da companheira.

A verdade é uma só, quem nunca sentiu um cheirinho do poder, nem que seja por ilusão como é o caso  da companheira de Lula, acaba se inebriando. Imaginem se por uma catástrofe,  a hoje "toda poderosa senhora Lula, se tronasse a primeira dama desse pais,  os que ajudarem a  isso acontecer que aguentem, nessa caso eu não levo nenhuma culpa,  não voto no PT, não voto em Lula , não voto na esquerda. 

(*) Professor, Engenheiro, Administrador, matemático, psicopedagogo e Vascaino

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com  / Siga o blog do professorTM/EJ  no Facebook, e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS