Partido de Bolsonaro vai acionar TSE contra invasão ao site do PL

Na terça-feira, o site apresentou instabilidade e esgotou o número de ingressos 

O partido do presidente Jair Bolsonaro, PL, informou nesta quarta-feira que vai entrar com uma representação junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para "investigar e punir" os responsáveis pela invasão ao site da legenda, que está com as inscrições abertas e gratuitas para a convenção que lançará a candidatura à reeleição do chefe do Executivo.

De acordo com a campanha, o partido está passando um pente fino nas inscrições feitas e já foram descobertas, segundo o PL, fraudes e tentativa de hackeamento. Os IPs de quem realizou a inscrição foram encaminhados à Justiça.

Para evitar um boicote à convenção de Bolsonaro, o PL mudou as regras para a retirada de ingressos, que ocorre no próximo domingo, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro (RJ). A medida veio depois que pessoas contrárias ao governo difundiram nas redes sociais uma estratégia para esvaziar o lançamento da candidatura à reeleição do presidente.

A ideia seria que opositores que não pretendem comparecer ao evento retirassem um ingresso, que é gratuito, pelo site divulgado pela legenda. Com isso, os ingressos seriam esgotados impedindo que apoiadores conseguissem ir à convenção.

Nas orientações via redes sociais e aplicativos de mensagem, alguns sugeriam até que um CPF inválido (exigido no cadastro) fosse gerado para evitar retaliações. Uma estratégia parecida ocorreu em 2020, em um comício do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump que também tentava a reeleição.

Instabilidade

Na terça-feira, o site apresentou instabilidade e esgotou o número de ingressos. Impulsionado pelo boicote organizado por opositores ao chefe do Executivo, o portal chegou a registrar cerca de 50 mil inscrições para a convenção. No entanto, conforme apurado pela reportagem, cerca de 40 mil retiradas foram canceladas.

A reportagem apurou com a equipe da campanha que foi realizada, com o uso de ferramentas próprias, uma triagem das inscrições falsas e dos QR Codes. Além disso, o partido disse que os IPs dos ataques foram armazenados para eventuais medidas judiciais legais, caso configurem crime.

O Maracanãzinho tem capacidade para 11,8 mil pessoas. A expectativa do núcleo da campanha é que o evento reúna cerca de 10 mil apoiadores. Além de Bolsonaro, o candidato a vice-presidente na chapa, o ex-ministro da Defesa Braga Netto, estará presente, assim como ministros de Estado e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Com informações do }Correio do Povo

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com  / Siga o blog do professorTM/EJ  no Facebook, e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS