LULA SENDO "LULA": Pré-candidato petista critica o politicamente correto e defende piada com nordestino: " o mundo está chato pra cacete"

Foto reprodução

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta terça-feira (26) que o mundo "está chato para cacete" e pesado porque todas as piadas viraram politicamente erradas. As informações são de Cristina Camargo/folha de São Paulo.

"Então não tem mais graça. Se você quer dar risada é nesses programas de humorismo chatos pra cacete na televisão", disse.

A afirmação foi feita em encontro com jornalistas e youtubers em São Paulo. Ao defender um mundo que não seja "unipolar", em que pessoas com pensamentos diferentes possam conversar, ele chegou a defender as piadas com nordestinos.

"Queremos um mundo multipolar, que tenha 500 pessoas discutindo na mesa. Aí sim a gente vai ter um mundo feliz. O cara contando piada de nordestino e eu rindo. Eu contando piada de outras pessoas e as pessoas rindo", afirmou.

Para o petista, atualmente é proibido contar piadas. Ao demonstrar que não gosta dos comediantes do momento, ele citou, com saudosismo, o humorista Chico Anysio (1931-2012). "Parece que depois que o Chico Anysio morreu, desapareceram os humoristas no Brasil", disse.

Ele fez a crítica quando respondia a uma pergunta sobre a campanha eleitoral à presidência da República. Lula defendeu uma postura sóbria e em que possa conversar com todo mundo que tiver interesse no diálogo.

"Sentar na mesa com alguém que votou contra mim e contar piada, como dois torcedores de times adversários fazem", citou como exemplo.

O ex-presidente disse que "apanha" todo dia do presidente Jair Bolsonaro (PL). "Ele tem razão para bater: medo que eu ganhe no primeiro turno", disse.

"Como tenho as costas salgadas, temperadas, eu estou muito tranquilo".

No mesmo encontro, o petista justificou o seu silêncio diante do indulto concedido por Bolsonaro ao deputado Daniel Silveira, condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal), e afirmou que o presidente foi "estúpido" e "medíocre".

"O Bolsonaro foi estúpido quando fez essa decisão que ele tomou, essa graça que ele fez. Ele acha que é uma graça mesmo, não no sentido jurídico, mas do ponto de vista de sorrir. Ele foi medíocre", afirmou.

Também nesta terça, o petista voltou a atacar o teto de gastos. "Nós não aceitamos a lei do teto de gastos, até porque ela foi feita para garantir que os banqueiros tivessem o deles no final do ano. Queremos que o povo tenha o seu todo dia, todo mês e todo ano. Fazer política social não é gasto, é investimento. E é isso que vamos fazer nesse país", disse.

Lula também abordou a revisão da reforma trabalhista e a necessidade de adaptar a legislação à realidade atual. "Houve uma certa rebelião de uma parte da sociedade brasileira representada por um grupo de empresários que, quando falamos em rever a questão da reforma trabalhista, ficaram assustados. Temos que criar uma reforma trabalhista que seja adaptada à atual realidade do mundo do trabalho."

Participam do encontro jornalistas da agência de notícias Alma Preta, do Brasil de Fato, da TVT, do Viomundo e do Tijolaço, além de youtubers. A conversa durou mais de três horas.

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com  / Siga o blog do professorTM/EJ  no Facebook, e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS