EDUCAÇÃO: APLB Sindicato de Juazeiro alega não ter sido notificada sobre decisão do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) de suposto processo de ilegalidade da greve.

 

Diante da notícia divulgada pela prefeitura de Juazeiro sobre notificação do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) julgando ilegal a greve realizada pelos professores, a APLB Sindicato em Juazeiro informa que não recebeu nenhuma notificação da existência do processo ou da decisão.

O mais estranho é ver tornar ilegal uma greve que foi encerrada logo após o ato realizado no dia 25 de Março quando o projeto do executivo foi aprovado pelos vereadores. É bom lembrar a todos que os professores retomaram suas atividades no dia 29 de Março o que mostra que o processo em questão já veio de forma tardia.  

De acordo com o corpo jurídico da APLB Sindicato 'o processo perde seu objeto antes mesmo de a APLB ser notificada ou tomar conhecimento dos fundamentos tanto para o processo quanto para a suposta decisão'. A APLB recebe essa informação com ressalvas e bastante reserva, pelas atitudes recentes da administração municipal em querer fazer a população crer que os professores receberam o 'maior reajuste da história' quando todos sabem que isso não corresponde à realidade.  

A APLB ressalta que nem a entidade nem os profissionais do magistério têm o hábito de agir em desacordo com a legalidade ou veicular na imprensa informações falsas. Para a direção da APLB Sindicato toda e qualquer informação vinda da gestão Suzana Ramos sem prova concreta traz estranheza e faz com que a entidade tenha um cuidado maior ao receber as informações.  

"A decisão de suspender a greve depois da publicação do ato criminoso travestido na forma da Lei Municipal nº. 3.052/2022 foi uma decisão acertada, pois permitiu que o Sindicato estivesse preparado para enfrentar em juízo a truculência de uma gestão incapaz de dialogar com os professores do município. Nossa luta continuará e outras ações serão intentadas em breve. É cada dia mais importante mantermos a união, fortalecendo a rede que se formou com a participação dos trabalhadores em educação lutando pelo direito ao reajuste justo e merecido e a manutenção do que já foi conquistado há anos", conclui o diretor da APLB Sindicato em Juazeiro, Gilmar Nery reforça aproveitando para convocar a todos para mais uma assembleia a ser realizada nesta sexta-feira (1º-04) às 16h no auditório da APLB.  

Ascom APLB Juazeiro

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com  / Siga o blog do professorTM/EJ  no Facebook, e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificaçã

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS