ELEIÇÕES 2022: PV-BA nega que federação esteja confirmada e segue na base de apoio a ACM Neto

 

Foto: Matheus Morais/bahia.ba
Da Redação

O PV anunciou, na tarde desta terça-feira (21), que os diretórios estaduais se reuniram e decidiram pela formação de uma federação com partidos de centro-esquerda: PT, PSB e PCdoB. Entretanto, o presidente da legenda na Bahia, Ivanilson Gomes, negou que a questão esteja fechada e garantiu que, a princípio, segue na base de apoio do grupo liderado por ACM Neto (DEM/UB) no estado. As informações são do repórter Lula Bonfim do BN.

Em entrevista ao Bahia Notícias, Ivanilson afirmou que, para que a federação seja confirmada, os partidos envolvidos ainda precisam aparar “arestas” estaduais. Por outro lado, o presidente do PV-BA disse que o apoio à candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à presidência é uma forte tendência no partido e deve ser confirmada em breve, após uma reunião da executiva nacional.

“Por enquanto, não tem nada decidido. Essa foi uma reunião de avaliação interna do partido, onde os presidentes estaduais passaram um pouco da realidade de cada um dos seus estados. Há uma tendência interna muito forte de apoio a Lula, mas foi apenas uma reunião de avaliação. O apoio a Lula ganhou força nos últimos três meses”, disse Ivanilson ao BN.

“A questão da federação ainda há algumas coisas a serem discutidas, analisadas e avaliadas, porque, em vários estados, esses partidos têm problemas. Em Pernambuco, o PT tem problemas com o PSB. Em outros estados, o PV tem problemas com o PT. Essas arestas, caso haja uma decisão de todos os partidos pela federação, terão que ser resolvidas”, comentou o presidente estadual do PV.

Para Ivanilson, enquanto essas arestas não são resolvidas, o PV deve prosseguir ao lado do DEM na Bahia. ACM Neto, inclusive, já teria liberado os partidos do seu arco de alianças para apoiar o nome que quiser para a presidência da República, incluindo Lula.

“Com relação à Bahia, continuamos no mesmo compasso nosso. Estive há uns 15 a 20 dias com ACM Neto, coloquei a tendência que tínhamos de apoio a Lula, e ele disse que não tinha nenhum problema, que respeitaria a decisão dos partidos aliados a ele. Ele não vê nenhum problema que os partidos escolham esse ou aquele nome para presidente da República”, relatou Ivanilson.

Apesar de dizer que não há confirmação sobre a federação, Ivanilson contou que a ideia nasceu de uma iniciativa dele, como presidente da Fundação Verde Herbert Daniel, ao lado de Aloísio Mercadante (PT), representando a Fundação Perseu Abramo, ligada ao PT.

"Tivemos uma conversa bilateral com Mercadante sobre um possível apoio a Lula. Tivemos também uma reunião com Lula e Gleisi, lá em setembro, se não me engano, e falamos do nosso interesse de discutir uma agenda ambiental para o país. A partir daí, começamos tratativas e partimos para o convencimento interno do partido, já que Bolsonaro tem feito um estrago muito grande nessa área. Agora, são apenas os desdobramentos dessas conversas”, contou o presidente do PV-BA.

“Eu, particularmente, acho que o PV tem que federar com outros partidos. É inevitável, porque a nova legislação eleitoral prejudica muito os partidos pequenos. Mas ainda não temos uma definição de como vamos fazer. É preciso chegar a um consenso em que os partidos se sintam todos contemplados”, finalizou Ivanilson.

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS