FACADA EM BOLSONARO: TRF-1 retoma investigações sobre suposto financiamento da defesa de Adélio

 

Momento da facada recebido por Bolsonaro desferida por Adélio Bispo - redes sociais
Da Redação

Nesta quarta-feira (3/11), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região autorizou o prosseguimento das apurações sobre quem teria financiado a defesa de Adélio Bispo, autor da facada contra o então candidato a presidente Jair Bolsonaro durante a campanha de 2018. A investigação retorna para a primeira instância.

3ª Vara de Juiz de Fora (MG) havia autorizado buscas e apreensões em estabelecimentos comerciais e quebras de sigilo bancário do advogado de Adélio. Agora, o TRF-1 decidiu que tais atos não configuram violação das prerrogativas da advocacia ou do sigilo profissional entre advogado e cliente. A autorização da vara havia sido suspensa pela própria corte, com o entendimento de que as diligências contrariariam o Estatuto da OAB"Isso seria extrapolar o que a lei prevê como imunidade da advocacia. A imunidade protege a relação cliente-advogado, não a relação do advogado com terceiros — incluindo financiadores não identificados", sustentou o procurador regional da República Bruno Calabrich.

Os mandados de busca e apreensão abrangem livros-caixa, recibos, comprovantes de pagamentos de honorários e o aparelho telefônico do advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior, além de imagens de circuito de segurança de um hotel onde ele supostamente teria se encontrado com um financiador da defesa de Adélio. O escritório de Zanone não foi incluído nas buscas, para preservar o sigilo da atividade profissional. O objetivo das diligências é identificar pessoas que possivelmente tenham determinado, induzido ou instigado o crime.

No seu recurso, o Ministério Público Federal lembra que Adélio foi sozinho até Juiz de Fora, onde não tem raízes nem laços familiares. Além disso, ele não teria meios para custeio de sua defesa. Com informações da assessoria do MPF

Com informações da Revista Consultor Jurídico

1000399-80.2019.4.01.0000

 

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS