ARTIGO: Minha experiência como paciente cirurgiado de catarata . Saiba tudo !


Equipe de cirurgiões do Hospital do olhos de Petrolina (Saúde Visão) - Doutores Guilherme Moura e João Miranda em procedimento cirúrgico de catarata 

Por: Taciano Gustavo Medrado Sobrinho
Professor, Engenheiro Agrônomo, Administrador, Matemático e Psicopedagogo

Olá prezados leitores, nesse meu artigo eu relato a minha experiência como paciente cirurgiado em catarata e trago algumas importantes  informações sobre o tema.

Uma certa noite estava trabalhando na edição de matéria para o blog quando percebi um ponto negro semelhante a um mosca   no olho direito e no dia seguinte procurei um oftalmologista,  que após exames diagnosticou de que eu estava com o fenômeno chamado "Mosca volante" . Até ai tudo bem, pois segundo informações do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, as moscas volantes ocorrem com maior frequência após os 45 anos entre as pessoas que têm miopia como no meu caso (tive 7,5 graus em cada olhe de miopia e operei em 1993). 

Mas a má noticia estaria ainda por vir, foi quando o medico oftalmologista me disse que eu estava com cataratas avançadas nos dois olhos .e que precisava urgentemente operar. Dai corri atrás  e consegui realizar primeiro  a cirurgia do olho direito no dia 30 de agosto de 2021 com sucesso e no ultimo dia 19 de Outubro de 2021 fiz a cirurgia do olho esquerdo também com sucesso , graças a competente equipe de cirurgiões do hospital de olhos de Petrolina(Saúde Visão composta por:

Foto reprodução : Internet/Google
Dr Guilherme Moura

Formado em Medicina pela Escola Bahiana de Medicina /BAHIANA- BA, Residência Médica em Oftalmologia pela Fundação Altino Ventura / FAV - PE, Fellowship  de Retina pela Fundação Banco de Olhos de Goiás - GO, Hospital de Olhos de Petrolina

Foto reprodução : Whats app 

Dr. João Miranda

Formado em Medicina pela Universidade Federal do Vale do São Francisco / UNIVASF - PEResidência Medica em Oftalmologia pelo Serviço Oftalmológico de Pernambuco / SEOPE- PEFellowship de Catarata pelo Hospital de Olhos de Petrolina Hospital de Olhos de Petrolina

primeira  cirurgia (olho direito)

Segunda cirurgia (olho esquerdo)

Exames pré-operatórios para cirurgia de cataratas 

 

 

Segundo estimativas, cerca de 160 milhões de pessoas possuem catarata no mundo e, a cada ano, são registrados cerca de 120 mil novos casos. Considerada a maior causa de cegueira evitável, a catarata consiste na opacificação do cristalino, lente natural do globo ocular, responsável pela focalização da visão para perto e longe, ocasionando a perda progressiva da visão.

O envelhecimento natural das células do cristalino é a causa mais comum da doença, porém existem outras, como: hereditariedade, traumatismo, doenças sistêmicas, congênitas, medicamentos e infecções oculares. O tratamento utilizado nesses casos é a intervenção cirúrgica, única opção em que o portador da doença tem a possibilidade de recuperar a sua capacidade visual.

Com uma taxa de sucesso funcional superior a 95% em vários países, na cirurgia de catarata é removido o cristalino opacificado e implantada, por meio de minúsculas incisões, uma lente artificial (lente intraocular), permitindo, assim, a adequada focagem das imagens captadas pelo olho. Rápida e indolor, a cirurgia é realizada em centro cirúrgico sob sedação com anestesia local, a duração é 15 a 20 minutos e o tempo de permanência do paciente na clínica é em torno de três a quatro horas. Na maioria dos casos, a recuperação da visão ocorre logo nas primeiras 24 horas, e o resultado é facilmente percebido.


Como é a recuperação da cirurgia de catarata?

Sua recuperação da cirurgia de catarata deve ser curta e sem intercorrências, desde que sua saúde seja boa e você não tenha outros problemas oculares graves.

As estatísticas também mostram que suas chances de obter um bom resultado e uma visão mais nítida após a cirurgia são excelentes.

Uma operação de catarata geralmente não leva mais de 10 minutos para ser realizada. No entanto, imediatamente após a cirurgia você precisará descansar em uma área de recuperação, até que você esteja sob menos efeito da sedação ou da anestesia. Normalmente isso leva de 30 minutos a uma hora.

O ideal é que você tenha alguém disponível para levá-lo para casa após o procedimento. Você deverá usar um par de óculos de sol na viagem para casa, para proteger os olhos da luz e do brilho intenso.

Geralmente os pacientes saem da cirurgia com algum protetor ocular de acrílico, que pode estar sobre um tampão ou não. Quando há tampão (gaze e esparadrapo), ele deve ser retirado de 3 a 5 horas após a cirurgia (ou conforme a orientação do seu médico) e o olho limpo com cuidado. Se não houver o tampão, o acrílico pode ser retirado ao chegar em casa.

O tampão de acrílico serve como protetor para o sono. Ao dormir, inconscientemente as pessoas operadas podem querem coçar o olho, o que pode prejudicar a cirurgia nos primeiros dias. Assim é recomendado que você sempre coloque o protetor de acrílico sobre o olho, quer seja com esparadrapo adesivo ou com elástico. Com o protetor é possível dormir em qualquer posição, uma vez que a pressão no olho não irá acontecer, pois o acrílico estará protegendo.

Qual é o tempo estimado de recuperação da cirurgia de catarata?

Não se assuste se sua visão parecer nublada, embaçada ou distorcida depois de remover o protetor ocular. Pode levar algum tempo para o seu sistema visual se adaptar à remoção da catarata e se adaptar à lente intraocular usada para substituir a lente natural do olho.

Durante esse período de adaptação, alguns pacientes relatam até mesmo ter uma visão "ondulada" ou distorções. Esse fenômeno, se presente, deve durar cerca de uma hora.

Você também pode desenvolver olhos avermelhados devido a danos temporários nos vasos sanguíneos na superfície do "branco" do seu olho (esclera) durante a cirurgia de catarata. À medida que o olho cura, a vermelhidão deve se tornar menos perceptível em alguns dias.

Se você recebeu uma injeção de anestesia através da pele na parte inferior do olho, é possível que você note algumas contusões semelhantes a um olho roxo, o que também deve desaparecer dentro de alguns dias.

Muitos pacientes relatam uma visão clara várias horas após a cirurgia de catarata. No entanto, cada indivíduo tem um tempo de recuperação diferente e você pode precisar de uma semana ou duas antes de ver as imagens com o foco mais nítido.

Normalmente, você terá uma consulta de acompanhamento com o seu cirurgião de catarata no dia seguinte ao procedimento para garantir que não haja complicações. Se você notar que não houve melhora, e que a visão continua embaçada, ou sentir dor nos olhos ou desconforto significativo nos dias após essa visita, informe isso ao seu cirurgião.

Às vezes, as pessoas relatam olhos secos ou "arranhamento" após a cirurgia de catarata. Mas essas sensações devem diminuir à medida que o olho cura, a menos que você já tenha tido problemas de olhos secos antes de iniciar o procedimento.

A recuperação da cirurgia de catarata deve ser concluída em cerca de um mês, quando o seu olho estiver completamente curado.

Como posso ter uma melhor recuperação da cirurgia de catarata?

Você pode se surpreender com o quanto você se sentirá bem e com que facilidade será capaz de retomar as atividades normais, mesmo no dia seguinte à cirurgia de catarata.

No entanto, você deve tomar algumas precauções durante a primeira semana, para evitar o desenvolvimento de uma infecção ou a lesão do olho durante a cicatrização.

Normalmente você recebe colírios antibióticos prescritos para prevenir infecções e colírios anti-inflamatórios para ajudar a reduzir qualquer inflamação interna. Você precisará aplicar o colírio várias vezes ao dia durante a primeira semana de recuperação da cirurgia de catarata.

Dependendo da inflamação pós-operatória que você tiver, é possível que você precise usar o colírio por um período que pode variar entre algumas semanas a um mês. Certifique-se de usar esses colírios exatamente como prescrito.

Analgésicos orais, podem ser prescritos, se necessário. No entanto, geralmente sente-se apenas um leve desconforto após a cirurgia de catarata.

Para uma recuperação rápida e segura da operação de catarata, siga estas dicas:

Não dirija no primeiro dia.

Não faça nenhum trabalho pesado ou atividade extenuante por algumas semanas.

Imediatamente após o procedimento, evite inclinar-se para evitar colocar pressão extra no olho.

Se possível, não espirre ou vomite logo após a cirurgia.

Tenha cuidado ao andar após a cirurgia para não esbarrar em portas ou outros objetos.

Para reduzir o risco de infecção, evite nadar ou usar banheiras de hidromassagem durante a primeira semana.

Proteja seu olho de substâncias irritantes como sujeira, poeira e vento durante as primeiras semanas após a cirurgia.

Não esfregue os olhos, o que é uma boa ideia até mesmo quando você não está se recuperando de uma cirurgia.

De um modo geral, você deve ser capaz de realizar as seguintes atividades poucas horas após a cirurgia: Trabalhar no computador, Assistir TV, Tomar banho no chuveiro

Para a melhor recuperação possível da cirurgia de catarata, siga as instruções do seu médico sobre como proteger seus olhos após o procedimento. Geralmente, essas instruções são fornecidas em um folheto que você pode levar para casa no dia da cirurgia.

Se você precisar de cirurgia de catarata em ambos os olhos, seu cirurgião geralmente esperará até que o primeiro olho se recupere após a primeira cirurgia , o que pode variar de alguns dias a duas semanas, para então realizar o procedimento no segundo olho.

Complicações na operação são raras

A cirurgia de catarata é um dos procedimentos cirúrgicos mais seguros e mais comumente realizados, e a maioria das pessoas tem excelentes resultados e sem complicações.

No entanto, se você sentir um desconforto significativo ou uma mudança repentina na sua visão durante a recuperação da cirurgia de catarata, consulte o seu oftalmologista imediatamente para garantir que seu olho esteja se recuperando normalmente.

Síndrome Tóxica do Segmento Anterior (STSA)

Embora seja muito rara, menos de 1%, a cirurgia de catarata, como todo procedimento cirúrgico, possui complicações e o trabalho da equipe de cirurgiões é justamente minimizar esses riscos. Um deles é a Síndrome Tóxica do Segmento Anterior (STSA), caracterizada por uma inflamação aguda da câmara anterior ou segmento do olho, que ocasiona lesão nos tecidos intraoculares e ocorre geralmente nas primeiras 24 horas após a cirurgia apresentando sintomas similares ao da endoftalmite infecciosas, como: dor ocular, vermelhidão e visão embaçada.

Entre as principais causas do STSA, estão os materiais que são utilizados no olho durante e após a cirurgia, como agentes tópicos antissépticos, talco das luvas cirúrgicas e pomadas tópicas oftalmológicas que podem estar contaminados. Por isso, é essencial que se saiba a procedência de todos os produtos que são utilizados no centro cirúrgico. O tratamento busca apenas suprimir a resposta inflamatória e consiste em intensa instilação de esteroides tópicos com seguimento rigoroso e controle de complicações tardias, como o glaucoma.

Para evitar complicações, é fundamental que cada um faça a sua parte

» Não coce os olhos e proteja-os sempre que necessário.
» Reduza temporariamente as atividades físicas e as tarefas de limpeza doméstica.
» Não utilize maquiagem nos olhos, para reduzir as chances de infecção.
» Em dias ensolarados, não dispense os óculos de sol.
» Evite o contato direto com água e minimize a exposição a ambientes poluídos, poeiras e vapores.
» Ao caminhar, fique atento para pisos irregulares, tapetes e quaisquer outros obstáculos.
» Evite dormir do lado do corpo em que fica o olho que acabou de passar por cirurgia.
» Em caso de dor, procure o seu oftalmologista, pois esse pode ser um 
sinal de pressão no olho.

Por fim,  deixo meus agradecimentos e a minha gratidão  a todos os profissionais (recepção, enfermeiros , auxiliares) do Hospital de olhos de Petrolina pelo tratamento humanizado e em especial aos doutores cirurgiões Guilherme Moura e João Miranda. são masi de 120 cirurgias por mês que esses competentes profissionais realizam em Petrolina restabelecendo a visão das pessoas , assim como eu  necessitam de tratamento . 

Que Deus proteja sempre a todos !

 


Fonte: http://www.cbo.net.br/novo/publicacoes/revista_vejabem_05online.pdf

 

Compartilhe:

Comentário(s)
1 Comentário(s)

Um comentário:

  1. Essa matéria é muito relevante, principalmente para quem tem algum problema ocular ( as moscas volantes". Texto informativo que muitas não tem conhecimento de detalhes sobre a própria visão. Parabéns mais uma vez a esse blog e seu idealizador meu amigo e parceiro dos fatos,professor Taciano Medrado 👏👏👏👏

    ResponderExcluir

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS