GARRA BRASILEIRA: Brasil busca reação em jogo coletivo, desbanca a Rússia e vai à semifinal no vôlei feminino


 Da 
  Redação

Foi um show de vontade e jogo coletivo, com emoção, é claro! O Brasil encarou o Comitê Olímpico Russo, nesta quarta (04), saiu atrás no placar em um jogo difícil e disputado, e buscou a reação na partida. Vitória muito comemorada pelas comandadas por Zé Roberto Guimarães por 3 sets a 1 com parciais de 23/25, 25/21, 25/19 e 25/22). Agora, a seleção de vôlei feminino se prepara para encontrar a Coreia do Sul, nesta sexta, em horário a definir, na semifinal dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Assim, o Brasil espanta o fantasma das quartas de final da Rio-2016, quando a equipe foi eliminada, e garante a vaga na semifinal. Além disso, a campanha chega a seis jogos e seis vitórias nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. A seleção feminina liderou o grupo A com 5 vitórias, seguida da Sérvia, que ficou em segundo (4V e 1D), da Coreia do Sul e da República Dominicana (classificadas para o mata-mata), e Japão e Quênia (eliminados). 

“Brasil e Rússia sempre tem emoção, ainda mais nas quartas de final. A gente lembra daquele histórico há nove anos atrás, que tiveram cinco match points para o Brasil fechar, então passa um filme na cabeça. Nosso grupo trabalha demais, a gente sabe o quanto somos merecedoras de estarmos aqui e vamos com tudo para a semifinal. A gente chegou aqui sem ser favorito e agora está um bolo danado e tudo pode acontecer. Estamos confiantes e bora buscar essa final”, disse Camila Brait.

Agora, as comandadas de José Roberto Guimarães terão pela frente a Coreia do Sul, que venceu a Turquia e contra quem o Brasil estreou com vitória na Olimpíada. Do outro lado da chave, o caminho também é duro e conta com fortes equipes. Mesmo com a ausência da China, que já ficou pelo caminho, teremos confrontos de peso. A Itália, de Egonu, foi derrotada pela Sérvia, que vai encarar os Estados Unidos, que superaram a República Dominicana.

Vale lembrar que Brasil e Rússia tem longo histórico no vôlei feminino nos Jogos Olímpicos. Em Atenas 2004, as russas bateram a seleção feminina de virada, com direito a cinco match points salvos no quarto set, que era vencido pelo Brasil por 24 a 19.

 

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS