NOTÍCIAS INTERNACIONAIS: ASIA E PACÍFICO- Coalizão liderada pela Arábia Saudita está por trás de base aérea em ilha do Iêmen


O príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed Bin Salman (Foto: Divulgação/WTO)
Da redação
Por: Taciano Medrado

Uma força de coalizão liderada pela Arábia Saudita assumiu a responsabilidade pelas obras de uma misteriosa base aérea militar na ilha de Mayum, no Iêmem. As informações são do site de notícias internacionais A Referência.

Todo o equipamento visto na ilha está sob controle do Comando de Coalizão”, diz um comunicado divulgado pelo governo saudita e publicado pela SPA, a agência de notícias do país. “O local é crucial para combater a milícia rebelde dos houthis e dar segurança à navegação marítima”. 

Imagens de satélite obtidas pela Associated Press e publicadas na terça (25) mostram caminhões e tratores trabalhando nas obras de uma pista de pousos e decolagens com 1,85 quilômetro de comprimento, além de três hangares ao sul da ilha.

Inicialmente, a obra foi atribuída ao governo dos Emirados Árabes Unidos que já havia tentado construir uma base na ilha em 2016. Aquela obra foi abandonada de vez em 2019. 

Estruturas em construção na ilha Mayun, Iêmen, em abril de 2021 (Foto: Reprodução/Planet Labs/AP)

avanço dos houthis no Iêmen, a chance ampliada de o governo local ser derrotado e a recente tensão entre o presidente iemenita, Abed Rabbo Mansour Hadi, e os Emirados Árabes Unidos podem ter forçado a retomada da obra. Abu Dhabi determinou aos iemenitas a assinatura de um contrato de arrendamento de 20 anos para Mayun.

A estrutura teria sido reiniciada por volta de 22 de fevereiro – dias depois de o presidente Joe Biden anunciar que encerraria o apoio dos EUA à ofensiva liderada pela Arábia Saudita contra os houthis.

Recentemente, os Emirados Árabes Unidos desmontaram parcialmente uma base militar que administravam na Eritreia – palco de sua campanha no Iêmen. Em 2015, forças norte-americanas operaram na base aérea de Al-Anad, no Iêmen, contra a Al-Qaeda.

Enquanto as potências vizinhas se voltam ao interesse militar no Iêmen, a população do país devastado pela guerra vive a pior crise humanitária do mundo. Em 2020, a guerra teve o pior avanço desde seu início, em 2014, alertou a ONU (Organização das Nações Unidas).

 

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS