A REVELIA DA LEI: Prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil diz que não vai seguir decisão do ministro do STF Kassio Marques que permite cultos e missas. Assista o vídeo


Da Redação
Por: Prof. Taciano Medrado

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), usou o Twitter para dizer que Belo Horizonte (MG) não vai seguir a decisão do ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), que permite a realização de missas e cultos religiosos em todo o país. Segundo o prefeito, a cidade respeita o plenário do STF, não uma decisão monocrática. "Estão proibidos os cultos e missas presenciais", escreveu.

Neste sábado (3), véspera de Páscoa, o ministro determinou que "os Estados, Distrito Federal e Municípios se abstenham de editar ou de exigir o cumprimento de decretos ou atos administrativos locais que proíbam completamente a realização de celebrações religiosas presenciais, por motivos ligados à prevenção da Covid19"


Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS