CORONAVÍRUS: Seguindo os governadores da Bahia e de Pernambuco , Dória veta aglomerações das 23h às 5h em todo o estado de São Paulo.

Foto reprodução internet 

Da Redação
Por: Prof. Taciano Medrado

Seguindo decisão dos governadores da Bahia e de Pernambuco, agora é a vez do  governador de São Paulo, João Doria (PSDB), determinar o "toque de recolher " das 23h às 5h em todo estado em razão do aumento das internações por Covid-19. A medida, chamada de toque de restrição, começa a valer na próxima sexta-feira (26) e vai até 14 de março. As informações são do FolhaPress.

A restrição visa diminuir a circulação de pessoas no período noturno, quando há a maior ocorrência de aglomerações e festas clandestinas, segundo o governo do estado. Segundo os membros do Centro de Contingenciamento do Coronavírus, é à noite que são descumpridas as medidas sanitárias —como uso de máscara e distanciamento social—, principalmente quando há eventos com bebidas, aumentando a chance de contaminação.

Assim, haverá fiscalização e possível autuação para pessoas que estejam aglomeradas e circulando sem justificativa nas ruas após esse horário. A Polícia Militar vai realizar abordagens de fiscalização e orientação, juntamente com fiscais do Procon e da Vigilância Sanitária

O alvo das fiscalizações será grandes e médias aglomerações, principalmente festas. As multas serão dadas aos promotores desses eventos, bem como os proprietários de estabelecimentos comerciais abertos no horário de restrição, segundo o governador João Doria (PSDB)

Quem estiver participando de festas, por exemplo, não será autuado, frisou tucano. Além disso, pessoas que estejam voltando do trabalho nesse horário, também não serão autuadas.

Não há mudança no horário de funcionamento dos serviços, que continuam a seguir a determinação das fases do Plano São Paulo.

O comitê de controle da pandemia notou o aumento de 660 pacientes internados em leitos de UTI nos últimos 10 dias. Nesta semana, a alta foi de 9,1%.

Segundo o coordenador do comitê, Paulo Menezes, com essa projeção, a disponibilidades de vagas de UTI no estado poderia saturar em três semanas

O aumento de internações, de acordo com Menezes, por estar ligado às aglomerações dos últimos dez dias, incluindo o Carnaval, mas também pode revelar a influência das variantes do Coronavírus identificadas no estado, principalmente a de origem amazônica, chamada de P1.

Segundo o secretário de estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, há 39 casos identificados de pacientes com variantes do corona vírus no estado, sendo 16 autóctones e 23 contaminados em São Paulo.

O estado tem 69% de taxa de ocupação de leitos de UTI. Na Grande São Paulo, esse índice chegou a 69,3%. O secretário chamou atenção para o fato de a lotação das vagas na região metropolitana ter ultrapassado a média do interior —o que mostra o avanço da doença nesta área.

 

Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.co

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS