VIDA & SAÚDE: Afinal, comer ovos todos os dias faz mal ou não?


Da redação
Prof. Taciano Medrado

Nesse período de pandemia do novo Coronavírus temos ouvido falar de muitas formas de  se proteger do vírus, porém alguns alimentos que ingerimos podem fortalecer o nosso sistema imunológico. O bom funcionamento do sistema imunológico ajuda a combater infecções, mas não dificulta a contaminação em si

Muitas vitaminas e sais minerais exercem ação antiviral e todas podem ser encontradas em alimentos que devem ser prioridade nesse momento.

Dentre estes sais minerais, o infectologista Eduardo Tosta diz em seu artigo que o selênio atua contra o vírus da influenza e Coronavírus aviário, e o zinco ajuda na não transmissão do novo Coronavírus, SARS-CoV-2.

O ovo tem estado há muitos anos no centro de uma polêmica sobre o seu consumo. Muito se fala que comer ovos todos os dias aumenta o colesterol e pode levar a doenças cardíacas. 

Mas será que isso é verdade?

Segundo a nutricionista Tatiane Zanin, em artigo publicado no TuaSaúde, o ovo ficou conhecido por fazer mal à saúde exatamente porque sua gema é rica em colesterol. Mas estudos mostram que o colesterol presente em alimentos naturais tem baixo risco de fazer mal à saúde. Sendo assim, são os alimentos processados que desregulam o colesterol. Entre eles o bacon, salsicha, presunto, linguiça, biscoitos recheados e fast food.

 

Então, sem mais delongas, comer ovo diariamente não faz mal à saúde. Juntamente com uma alimentação equilibrada pode até trazer vários benefícios para o organismo. Por exemplo, ajudar a controlar o colesterol, favorecer o ganho de massa muscular ou prevenir doenças nos olhos.

Assim, segundo Tatiane, o ideal é cozinhar o ovo da forma mais natural possível, com água, por exemplo. Ou seja, evitando usar gorduras processadas como óleo ou manteiga.

Quantos ovos posso comer por dia?

Os estudos não mostram um consenso na quantidade de ovos permitida por dia. Mas consumir cerca de 1 a 2 unidades por dia faz bem para a saúde em pessoas saudáveis segundo a Associação Americana do Coração. Para pessoas com diabetes e com problemas do coração, o ideal é que o consumo seja no máximo uma unidade por dia, juntamente com uma alimentação equilibrada para manter os níveis de colesterol e glicemia adequados.

Embora o ovo seja um alimento muito rico, também possui calorias e, por isso, deve ser consumido com restrição por quem quer perder peso. Veja a informação nutricional do ovo e saiba se as calorias dele cabem na sua dieta.

Tabela nutricional

Calorias (valor energético) –  65,7 kcal
Carboidratos –  0,27 g
Proteínas – 5,99 g
Gorduras totais – 4,28 g
Gorduras saturadas – 1,31 g
Fibra alimentar – 0 g

Sódio –  65,7 mg
Selênio - 15 mcg


Com informações do site minhasaudeproteste.org


Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS