EDUCAÇÃO: RETOMADA NA UESB PREVÊ AUXÍLIO PARA ALUNOS E FORMAÇÃO DIGITAL PARA PROFESSORES


Foto reprodução internet

Da:  Redação
Prof. Taciano Medrado


Com aulas suspensas desde 19 de março devido a pandemia da Covid-19, a comunidade acadêmica da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) se prepara para retomar as aulas de modo remoto. O protocolo de volta às atividades inclui planos em três vertentes para possibilitar que alunos e professores se adaptem à nova realidade. Entre eles um auxílio para compra de equipamentos e dados móveis para estudantes em situação de vulnerabilidade socieconômica; formação de professores; e a definição de datas e do novo calendário acadêmico, conforme explica o pró-reitor de graduação da instituição Reginaldo Pereira.

"Uma comissão elaborou o plano de acessibilidade e inclusão digital dos alunos da Uesb; a segunda o plano de formação dos professores em tecnologia digitais; e a terceira a minuta de resolução para regulamentar o ensino remoto", disse Pereira. 

O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) vai apresentar os relatórios das comissões nesta nesta quarta (26) e quinta-feira (27), e na ocasião será definida a data de retorno das aulas para conclusão do semestre 2019.2. 

Os 7,2 mil alunos com matrículas ativas e professores dos três campus da Uesb, Vitória da Conquista, Jequié e Itapetinga, vão terminar o semestre de modo remoto, através de atividades online. As aulas presenciais ainda não têm previsão de retorno.

Reginaldo explica que o plano de inclusão de acessibilidade dos alunos tem como foco aqueles universitários em situação de vulnerabilidade socioeconômica. A ideia, que ainda será deliberada pelo Consepe e a comunidade acadêmica, prevê a oferta de bolsas para compra de equipamentos, como computadores e tablets, além de um recurso para bolsa de auxílio para aquisição de dados móveis. 

"Além disso estamos preparando toda a equipe para apoio psicossocial desses alunos, professores, se necessário, e para estudantes nossos que possuem deficiência. Está tudo nesse plano", completa o pró-reitor de graduação. 

O trabalho da segunda comissão foi o de elaborar um plano de formação de professores. Ele prevê um curso com carga horária de 80 horas com atividades online. O objetivo é tornar familiar aos professores o uso da tecnologia e das ferramentas digitais nas aulas e avaliações. "Cerca de 55% dos professores responderam um questionário nosso indicando que tem interesse em fazer esse curso de formação para aprender a lidar com o ambiente virtual de aprendizagem", disse Reginaldo.

A Uesb adotou a plataforma G Suíte, do Google for Education, que permite criação de salas de aula, fóruns, videochamadas e outras ferramentas. Mas os professores que sentirem vontade poderão adotar outras ferramentas.


Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENQUETE

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS