DÓLAR TEM MAIOR QUEDA SEMANAL DESDE INÍCIO DE JUNHO; BOLSA SEGUE INSTÁVEL


Foto ilustração internet

Da:  Redação
Prof. Taciano Medrado

Prezado(a)s Leitore(a)s,

Num dia de volatilidade no mercado internacional, o dólar fechou a volátil sessão desta sexta-feira (24) em leve queda, depois de subir quase 0,8% mais cedo. A cotação alternou altas e baixas, em meio a temores sobre as relações entre Estados Unidos e China.

O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 5,207, com recuo de 0,14%. Na semana, o dólar perdeu 3,26%, a mais forte desde a semana finda em 5 de junho. Em julho, a cotação recua 4,28%, mas acumula alta de 29,76% em 2020, segundo a Agência Brasil. 

No exterior, o dólar bateu mínimas em quase dois anos, com avaliações de que a economia norte-americana pode perder ritmo em sua recuperação diante do aumento de casos de covid-19 no país. Esse temor voltou a pressionar as bolsas, além dos receios de potenciais impactos econômicos decorrentes de tensões entre Estados Unidos e China.

A instabilidade nos mercados externos refletiu-se na bolsa brasileira. O índice Ibovespa, da B3, também oscilou bastante ao longo do dia, até encerrar a sessão aos 102.382 pontos, com pequena alta de 0,09%. Na semana, o indicador caiu 0,49%, registrando a primeira perda semanal no mês.



Fonte: Agencia Brasil

Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENQUETE

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS