PETROLINA: MIGUEL COELHO CORTA SALÁRIOS DE PROFESSORES, MAS NÃO CORTA DE CARGOS COMISSIONADOS. POR QUÊ?


Foto reprodução - Cauby Fernandes

Por: Cauby Fernandes 


Com um decreto avassalador, que está no Diário Oficial do Município do dia 1º de abril, Miguel Coelho, reduziu pela metade, o salário dos professores. Se o querido leitor observar, são medidas que provocam desconforto em época de crise. Mas, o que mais intriga é que o protecionismo com cargos em comissão que ganham rios de dinheiro não se pode mexer! Um absurdo! Até por que eles são a linha de frente da defesa do executivo, era por eles que o exemplo tinha que ser dado. 

Petrolina já passou graves problemas, dificuldades imensuráveis, talvez, tão gigantes como a que enfrentamos hoje com a Covid-19. Em 2004, para quem não lembra, ficamos ilhados, perdemos várias estradas que davam acesso ao município, e naquela época, ficamos muitos, sem abastecimentos de alimentos e até combustível faltou em certos estabelecimentos. Foi um pandemônio em 2004.


Famílias desabrigadas, mortes e desalentados sem saber onde iriam morar. Um caos. A Covid-19 em 2020, óbvio, atinge a saúde e a economia, já que estamos em isolamento e o comércio está fechado. Isso é sem dúvida preocupante  e também é caos imensurável.


Mas me lembro também que em épocas de crises de grandes proporções, os prefeitos de Petrolina, sempre cortavam na carne para reverter a situação. Fernando Bezerra, Odacy Amorim e até mesmo Lóssio, em épocas nebulosas, sempre começavam o tratamento pelos cargos em comissão. Baixavam salários, demitiam, exoneravam e sempre protegiam a categoria da base, os servidores de carreira.


Ao que parece, em Petrolina é novo tempo mesmo. Pois vejam : em época de Covid-19, ao invés de diminuir cargos em comissão ou promover uma redução nos salários desses cargos, o prefeito, mira justamente o servidor.


Com um decreto avassalador, que está no Diário Oficial do Município do dia 2 de abril, Miguel Coelho, reduziu pela metade, o salário dos professores. Se o querido leitor observar, são medidas que provocam desconforto em época de crise. Mas, o que mais intriga é que o protecionismo com cargos em comissão que ganham rios de dinheiro não se pode mexer! Um absurdo! Até por que eles são a linha de frente da defesa do executivo, era por eles que o exemplo tinha que ser dado.Mas como mexer? Quem vai bajular a gestão nos rádios? Professores? Nunca! Por isso ele não mexe, e assim, quem sofre são os professores, primeiros  a serem massacrados! Uma vergonha!!



Vejam o DOM de 2 de abril.

Fonte: Blog A Lingua 

Para ler mais matérias acesse, www: professortacianomedrado.com


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENQUETE

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS