OPINIÃO DO PROFESSOR: PREFEITO EXONERA "A PEDIDO" , ASSESSORES: " CHEGOU A HORA DE COBRAR FIDELIDADE ", AFINAL É "DANDO QUE SE RECEBE"



Por. Taciano Gustavo Medrado Sobrinho
Professor , Engenheiro , Administrador , psicopedagogo

Caríssimos leitores , com prazo mantido para este sábado (4/3), pela ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, para filiação partidária, domicílio eleitoral e desincompatibilização para as eleições de 2020, o prefeito municipal se apressou e começou  a fazer a "varredura" nos seus secretários , assessores e demais cargos comissionados,  que ele deseja que concorram a uma vaga no legislativo municipal contando com esses exonerados como "cabos eleitorais " , no pleito que se aproxima .

Gozando de um dos piores índices de popularidade  registrado na historia politica de Juazeiro por um gestor  e vendo seu "criador" Isaac Carvalho, ex-prefeito e condenado pela justiça eleitoral, cada vez mais distante, não resta outra opção a Paulo Bomfim (sem partido),  se cercar dos "amigos do rei", aqueles a quem ele deu emprego por quase quatro anos e que lhes deve subserviência , afinal , haverá um momento que a prestação de contas chegará , para esses assessores especiais , já chegou ! 

Alguns dos exonerado(a)s e pretensos candidato(a)s á câmara de vereadores de Juazeiro confiam no seu histórico  politico , a exemplo da ex-assessora especial Angelita Carvalho , irma de Isaac, a quem o próprio prefeito se orgulha de se intitular "cria " do ex-prefeito . Outro é Florêncio Galdino (PDT), o suplente de vereador e recém nomeado secretário municipal da fazenda ,  que ficou de 35 dias no cargo. Nomeado dia 27/02/2020 exonerado dia 03/04/2020) recebendo um salario de R$11.725,00 a quem se apresenta como detentor de votos e de um bom conceito perante o eleitorado, talvez até seja! veremos !! 

Porém , assim como o prefeito Paulo Bomfim (sem partido) vem desagradando a uma grande parte da população , internamente esse fato também se reflete , pois segundo fontes de dentro da própria prefeitura  alguns exonerados já desejavam romper com prefeito e estavam só esperando esse prazo de desincompatibilização pra cair fora.  

Vale lembrar que de acordo com a Legislação Eleitoral (TSE) , os prefeitos estarão impedidos de mexer nas "pedras do xadrez", ou seja exonerar e nomear assessores, secretários e demais cargos comissionados 03 meses antes  das eleições,   sob pena de incorrer em crime eleitoral . 

Veja fragmento da lei que trata do assunto :

"é vedada a contratação de funcionário, a qualquer título nos três últimos meses que atecedem as eleição. Não sá a contratação como também fica proibida a exoneração de qualquer servidor seja ele estutário ou ocupante de cargo comissionado. A base legal de tais proibições está inserida no Art. 73,V e seguintes da Lei nº 9.504 de 30,09.98, que estabelece normas para as eleições"


Veja abaixo cópias dos decretos de exoneração.



Fonte: Diário Oficial do município 





Para ler mais matérias acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.



Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENQUETE

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS