ARTIGO : BRASIL NÃO É PRA AMADOR EU DIGO O BRASIL É AMADOR.




Por Maria A. Marcato.

Uns dizem que o Brasil não é pra amador eu digo O BRASIL É AMADOR. Vendo alguns post e comentários sobre o pronunciamento do presidente percebi o quão pequena é a capacidade de raciocínio de nossa nação.

Mas pra desenhar para aqueles que não entenderam uma vírgula sequer, segue esse texto MARAVILHOSO do meu amigo Fernando Felipetto, mas explícito que isso impossível.

O Presidente não se expressa bem, se comunica mal às vezes, mas ele tem embasamento inclusive científico pra dizer o que disse. A mídia não fala disso, mas não é toda a comunidade médica e científica que concorda com isolar todo mundo para conter o vírus. Muitos recomendam o que Bolsonaro está recomendando: quarentena para o grupo de risco e o restante vivendo normalmente, trabalhando, ganhando seu sustento.

Bolsonaro está dizendo desde o começo que não deveríamos parar todo o país porque sabe (baseado em fatos, estatísticas) que manter todos em quarentena vai quebrar o Brasil de uma maneira irremediável. Vai haver falência e demissão em massa. Esses desempregados nem acerto irão receber porque  os patrões não terão dinheiro para pagar. Os autônomos, que precisam trabalhar todo dia pra pagar as contas e sustentar as famílias  estão enfrentando sérias dificuldades financeiras.

Já começa a haver desabastecimento e os caminhoneiros estão reclamando que não dá pra continuar nas estradas porque  chegam num restaurante pra comer e as pessoas têm medo de chegar perto, ficam olhando torno por conta da histeria generalizada. Precisam de borracharia e oficina mecânica e está tudo fechado, chegam para carregar e descarregar e não tem gente trabalhando pra fazer isso. Em breve vai faltar comida, remédios, itens de primeira necessidade nas prateleiras porque  muitos estão parando.

Então, se não mudar o enfrentamento ao vírus, milhões de pessoas vão passar fome e necessidade. Uns por não ter dinheiro para comprar as coisas, outros porque vai faltar tudo nas prateleiras. Com desabastecimento os preços disparam. O leite que custa R$ 1,40 estará custando R$ 3,00 daqui uns dias, depois R$ 5,00 e por aí vai.

Agora, lembrem-se: No Brasil vemos toda semana vídeos horríveis de acidentes com caminhões onde as pessoas agem como animais saqueando a carga enquanto o motorista agoniza nas ferragens.

Quando há uma greve de forças de segurança, vemos hordas ensandecidas invadindo e saqueando todas as lojas das cidades, como recentemente no Ceará, à luz do dia, na frente das câmeras da TV.

Se agem desse jeito por ganância e desonestidade, imagine o que pessoas assim fariam sem emprego, sem comida, vendo os filhos passarem fome? Misericórdia! Pode morrer muito mais gente do que com o vírus.

E não se enganem, se pararmos o país é isso que vai acontecer. Então quando falamos de pensar na economia, não é porque somos insensíveis às vidas das pessoas, pelo contrário: é justamente por nos preocupar com a vida das pessoas que estamos avisando que não podemos continuar todos parados.

Bolsonaro poderia ser melhor assessorado e explicar as coisas mais didaticamente, pois o brasileiro realmente tem dificuldade de entender, mas ele não é louco ou malvado, muito pelo contrário.

Enquanto todos os outros políticos fazem populismo barato, agem com demagogia fazendo aquilo que sabem que é errado nessa crise para não se queimar, Bolsonaro age com firmeza, fala e faz aquilo que realmente precisa ser feito para salvar o Brasil, mesmo que isso seja impopular e faça as pessoas o abandonarem e xingarem.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENQUETE

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV