PONTO DE VISTA : ESCLARECIMENTOS SOBRE "NOTA DE ESCLARECIMENTO DO SINSERP"



Foto : cidadão sendo agredido por guardas civis 

Por; Taciano Gustavo Medrado Sobrinho
Professor e cidadão indignado 

Em resposta a “Nota de Esclarecimento” enviado pelo SINSERP ao RedeGN pelo seu presidente Luiz Alberto Oliveira onde ele afirma  que : 
O Sinserp, ora representando os Fiscais de Posturas, vem por meio deste, apresentar NOTA DE ESCLARECIMENTO em face das inverdades propagadas de forma sensacionalistas e "eleitoreiras" nas mídias sociais tendo como alvo a ação fiscal ocorrida no dia 20 de fevereiro de 2020 no centro desta cidade". (RedeGN)

Vale salientar e informar ao eminente  presidente do SINSERP, que em nenhum momento a mídia divulgou inverdades e sequer questionou a legitimidade dos agentes fiscais no exercício das suas atribuições , porém,  há de se esclarecer que toda ação de fiscalização  é acompanhada por guardas municipais fortemente armados cuja solicitação de apoio é feita pela SEMAURB .

Lamentavelmente,  nesse episódio, isolado, houve, como mostra as cenas gravadas por um cinegrafista amador um exagero e uso  de força desproporcional  e truculenta sim , não por parte dos agentes  de fiscalização é certo, mas da guarda municipal que demonstraram total despreparo para lidar com situações de contingência como a que se apresentou na sexta -feira (21), mas também devemos chamar a atenção que houve por parte dos fiscais uma total omissão no fato , pois os mesmos poderiam ter orientado e 
 interferido,  no sentido de que , os  guardas  civis agissem como fizeram, com violência, pelo contrário , o que as fortes imagens mostram é uma atitude por parte dos agentes de inercia , tanto que foram necessários a intervenção de dois cidadãos que passavam pelo local e presenciaram o episodio . 

É importante deixar claro ao nobre presidente do Sinserp,  que em um ação conjunta, todos sejam, os agentes ou guardas civis são corresponsáveis pelo o que acontecer, não pode nenhuma das partes "lavarem as mãos" . 

Por fim , queremos lamentar muito a infeliz citação do senhor Luiz Alberto Oliveira, onde afirma ,categoricamente, que o noticiamento do fato  envolvendo os agentes de fiscalização nas mídias sociais, teve conotação "eleitoreira", isso sim é uma "inverdade", haja visto de que todos os segmentos da sociedade civil organizada , bem como , é claro , o segmento politico representado pelo Parido Comunista do Brasil (PC do B ), e do deputado Roberto Carlos (PDT) publicaram  também no RedeGN, nota de repudio  e  expressaram sua  indignação  diante de cenas de  selvageria sendo praticada contra um cidadão trabalhador,  que buscava ganhar seu pão de cada dia de maneira honesta. 

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENQUETE

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS