EDITORIAL: Presidente Bolsonaro concedeu entrevista a grupo de youtubers evangélico na noite dessa segunda-feira (12) e criticou as narrativas falsas da mídia marrom: " “moeda corrente” não é dinheiro vivo"". Reveja vídeo

Bolsonaro concedeu entrevista a youtubers evangélicos| Foto: Reprodução

Da Redação
Por: Taciano Medrado

A equipe do blog do professorTM acompanhou na noite de segunda-feira (12), a participação do presidente Jair Bolsonaro (PL), que disputa a reeleição, ´em entrevista a um grupo de youtubers evangélicos, no PODCAST COLLAB . Durante as quatro horas em que foi sabatinado, Bolsonaro respondeu de forma segura e esclarecedora a questionamentos sobre vários temas trais como: a pandemia, a declaração sobre mulheres no 7 de setembro, indicações de seu ministério, armas e as reportagens sobre imóveis atribuídos à família dele. 

Bolsonaro respondeu a várias perguntas sobre diversos temas e dentre essas uma relativo a mais recente narrativa criada pela mídia "vermelha comunista", em especial da Uol sobre os imóveis da família dele, o presidente de forma segura e tranquila, reafirmou que não tem contato com parte dos citados nas reportagens - como um ex-cunhado -, e que alguns de seus familiares são comerciantes com posses no Vale do Ribeira, interior de São de Paulo, e por isso conseguiram comprar imóveis. Anteriormente, ele também havia dito que nas escrituras dos bens consta Anteriormente, ele também havia dito que nas escrituras dos bens consta “moeda corrente” e que isso não significa somente “dinheiro vivo”.

O candidato do PL também fez críticas ao ex-presidente Luiz Inácio da Silva, que concorre à Presidência pelo PT, e à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que permitiu que o petista disputasse a eleição. 

Em vários momentos, Bolsonaro fez críticas diretas a Lula. Um dos pontos foi a narrativa construída pela campanha petista de que o ex-presidente foi absolvido ou era inocente. Ele salientou que o candidato do PT teve as condenações anuladas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e que outros processos arquivados por prescrição, alguns em razão da idade de Lula. O presidente também criticou as decisões do STF em relação a Lula, o fato de o petista ter sido considerado elegível e a mudança de entendimento sobre a prisão em segunda instância.

Um dos entrevistadores, questionou sobre uma frase de seu discurso nos atos de 7 de setembro, no Rio de Janeiro, quando utilizou o termo "imbrochável". Bolsonaro afirmou que errou nesse ponto e ressaltou a importância da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, em sua vida.

No tema liberação das armas, o presidente disse que elas melhoram a segurança da população e criticou o fato de se atribuir ao armamento de parte dos brasileiros o aumento da violência, e enfatizou, os números provam o contrário.

Outro tema bastante polêmico é o que trata da ideologia de gênero "inventado" pelos governos petistas e o absurdo que se vê hoje em dia escola e universidades instalando banheiros unissex, tirando a privacidade do cidadão e da cidadã, cujo sexos são diferentes.

Reafirmou a sua posição de ser contra o aborto. No tema religião, ao ser questionado se era evangélico, ele afirmou que é católico e que professa os valores cristãos, por isso também tem uma proximidade com os evangélicos.

Por fim ao falar sobre a pandemia de Covid, o presidente defendeu a forma como seu governo lidou com o problema e salientou os investimentos feitos no combate à doença e voltou a defender a autonomia médica no tratamento do coronavírus, inclusive de medicamentos para os quais não havia indicação na bula.

No tema gestão de governo, Bolsonaro destacou que a maior parte das indicações de seu governo foi de nomes técnicos e criticou as escolhas feitas nas administrações do PT. 

O candidato à reeleição também fez críticas a governos de esquerda na América Latina, tais como Venezuela e Chile.

Como não poderia deixar de acontecer, Bolsonaro fez críticas diretas a Lula. Ele salientou que o candidato do PT teve as condenações anuladas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e que outros processos arquivados por prescrição, alguns em razão da idade de Lula. O presidente também criticou as decisões do STF em relação a Lula, o fato de o petista ter sido considerado elegível e a mudança de entendimento sobre a prisão em segunda instância.

E criticou a forma como a campanha de Lula vem tentando o usar a sua prisão e criando falsas narrativas de que o ex-presidente foi absolvido ou era inocente, o que segundo ele é uma mentira deslavada, basta par isso qus e consulte os processos nas instâncias do judiciário brasileiro 

fonte: You tube

Para ler a matéria na íntegra acesse nosso link na pagina principal do Instagram. www: professsortaciano medrado.com  e  Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação. 

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS