Bolsonaro diz que decisão de Moraes é uma “covardia”

Foto divulgação

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta 6ª feira (15.jul.2022), em live transmitida pelas redes sociais, que a decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes de pedir explicações sobre suposta incitação à violência é “uma falta de consideração com o chefe do Executivo“. As informações são do poder 360.

Moraes deu 2 diais para que o presidente se manifestasse sobre possível cometimento de incitação à violência e discurso de ódio contra opositores. O presidente em exercício do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) recebeu uma representação de partidos da oposição pedindo a proibição da conduta por Bolsonaro.

Na live, o presidente considerou a decisão como um “ataque” e uma “covardia”, e disse que as respostas vão ser feitas por sua assessoria. “Essas questões levam a conflitos entre os Poderes. Daqui a pouco vão falar que eu estou atacando o STF”, afirmou.

Sobre as acusações, Bolsonaro disse que “quem faz acusação é o pessoal de esquerda, partido de esquerda que apoiam ditaduras pelo mundo todo“. A representação tem como contexto o assassinato do petista Marcelo Arruda, citado no documento com exemplo de violência política.

Ainda na transmissão, Bolsonaro afirmou que pelo menos 1 dos irmãos de Marcelo deve ir a Brasília (DF) nos próximos dias para uma conversa. O presidente falou com os parentes da vítima por ligação na 3ª feira (12.jul.).

O presidente voltou a pedir que “quem opta pela violência, que apoie o outro lado“. Ele disse não conseguir entender “a motivação de uma violência daquelas“, e lamentou a morte de Marcelo lembrando que o policial bolsonarista Jorge Guaranho “está hospitalizado e também tem família“. Guaranho foi o autor do disparo que matou Marcelo em Foz do Iguaçu (PR) no domingo (10.jul).

Nesta sexta-feira (15), a Polícia Civil do Paraná anunciou a conclusão do inquérito que investigou em menos de uma semana o assassinato do petista pelo policial penal Jorge Guaranho. Reveja

De acordo com a polícia, o crime ocorrido no último sábado (9) em Foz do Iguaçu teve motivo torpe e, tecnicamente, não será enquadrado como crime de ódio, político ou contra o Estado democrático de Direito, por falta de elementos para isso.

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com  / Siga o blog do professorTM/EJ  no Facebook, e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS