A VERDADE SOBRE OS INSTITUTOS DE PESQUISAS : 22 pesquisas de intenção de votos sobre 2022 foram pagas por bancos e corretoras. Outras empresas já trabalharam para partidos políticos e candidatos a cargos públicos em eleições passadas.

Grandes empresas do mercado financeiro mantêm parceria para divulgação de levantamentos. Estudos aparecem com frequência na mídia.

Bancos, corretoras e grandes empresas do mercado financeiro pagaram pela realização de pelo menos 22 pesquisas de intenção de voto para presidente nas eleições de 2022. Os levantamentos são divulgados desde outubro de 2020 e aparecem com frequência em jornais, revistas e telejornais em grandes emissoras de TV. Alguns desses estudos foram contratados para serem realizados regularmente.

Essa tendência vem se consolidando nos últimos anos. É uma característica brasileira. Em outros países, como os Estados Unidos, é raro bancos e corretoras pagarem pelas pesquisas publicadas pela mídia.

A XP Inc., que mantém parceria com o Ipespe, divulga estudos desde janeiro deste ano para mapear o cenário eleitoral. Quase todos os veículos jornalísticos que acompanham a política nacional publicam os resultados dessas pesquisas, sempre com destaque. Os relatórios (até agora foram 8) são enviados a clientes do banco e depois divulgados a empresas de comunicação.

A Genial Investimentos, em parceria com a Quaest, foi responsável por 6 levantamentos sobre 2022. O banco de investimentos Modalmais e a empresa de estudos estatísticos Futura fizeram outras 3 pesquisas.

O Ideia Big Data realizou 5 estudos em parceria com a revista Exame, que pertence ao banco BTG Pactual. Os pesquisadores foram a campo em outubro de 2020 e em março, maio, junho e dezembro de 2021.

MDA, Vox Populi, Paraná Pesquisas e o antigo Ibope também divulgaram pesquisas sobre 2022 ou sobre o cenário político. Essas empresas, de acordo com registros passados da Justiça Eleitoral, aceitam encomendas de partidos e políticos. O antigo Ibope renasceu por meio de alguns ex-executivos da empresa, que fundaram o Ipec (acrônimo de Inteligência em Pesquisa e Consultoria). As pesquisas do Ipec têm aparecido na mídia a cada 2 ou 3 meses, quase sempre em veículos que costumavam publicar levantamentos do Ibope, como os jornais O Estado de S.Paulo e O Globo, além da TV Globo ou suas afiliadas.

O Ipec diz usar recursos próprios para produzir suas pesquisas. Não divulga como obtém fundos para fazer os levantamentos e entregá-los gratuitamente aos veículos de comunicação, que tampouco explicam como funciona essa relação. Desde agosto de 2019, o Poder360 compilou 51 levantamentos de intenção de voto para a corrida presidencial de 2022. Em anos eleitorais, informações como metodologia, nome do contratante e data de realização do estudo precisam ser informadas ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Fonte: Materia publicada originalmente pelo poderData no dia 15 de dezembro de 2021. Ver link

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com  / Siga o blog do professorTM/EJ  no Facebook, e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS