Marco Aurélio critica STF por condenação de Silveira e ataca Lula

Foto: Renato Araújo/ABr

O ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurélio Mello criticou decisões da Corte contra o deputado Daniel Silveira em evento na 3ª feira (19) do CEBRI (Centro Brasileiro de Relações Internacionais). Segundo ele, as decisões tomadas pelo Supremo foram “um obstáculo muito sério de desrespeito à imunidade parlamentar”.  As informações são do Poder360.

“Vejo, no processo crime alusivo ao deputado federal, um obstáculo muito sério de desrespeito à imunidade, como, por exemplo, a tornozeleira que lhe foi imposta. Não foi como pena, foi uma medida cautelar a um congressista. É difícil de conceber”, declarou.

Daniel Silveira foi condenado na 4ª (20) pelo STF por declarações contra os ministros da Corte. A pena foi fixada em 8 anos e 9 meses de prisão, em regime inicial fechado. Também decidiu pela cassação e perda de direitos políticos, o que pode levar a inelegibilidade.

Marco Aurélio ainda criticou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Para ele, o petista erra ao defender a regulação da mídia e por sua intenção de revogar a reforma trabalhista. 

“Penso que um candidato que se diz de um partido dos trabalhadores já cogitou uma marcha à ré quanto à reforma implementada. Como também cometeu um ato falho quando disse que nós, da classe média, temos mais do que merecemos. Como também cometeu um ato falho quando cogitou o controle da mídia. Como controlar a mídia? Só se quisermos ter no Brasil uma visão totalitária, maior do que a que se diz que pode estar a reinar no cenário hoje em dia”, afirmou. 

Desde que foi solto, em novembro de 2019, o Lula já falou publicamente ao menos 9 vezes sobre regular os meios de comunicação –seja os tradicionais, seja a internet. É uma pauta recorrente de setores da esquerda, principalmente do PT. Ao dar as declarações, o petista se aproxima de seu eleitorado mais fiel.

Sobre a reforma trabalhista, Lula disse, que, se for eleito presidente da República, vai promover uma nova reforma. Em encontro com sindicalistas na última semana, o petista também defendeu mudanças na legislação tributária brasileira.

Não adianta falar: ‘Vamos mudar tudo e voltar ao que era antes’. Não! Nós nem queremos o que era antes. Nós queremos melhorar as coisas. Nós queremos adaptar uma nova legislação trabalhista à realidade atual”, disse Lula. “A gente não quer voltar para 1943, a gente quer fazer um acordo em função da realidade dos trabalhadores em 2023, 2024, 2030”, disse Lula na ocasião.

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com  / Siga o blog do professorTM/EJ  no Facebook, e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS