FUTEBOL BAIANO 2022: Guia do Campeonato Baiano 2022: Conheça os objetivos e expectativas dos 10 participantes


Por:  Ulisses Gama / Leandro Aragão / Glauber Guerra / Nuno Krause

A pandemia de Covid-19, iniciada em 2020, ainda perdura. No entanto, o mundo vai se adaptando a este duradouro "novo normal". Diferentemente do ano passado, quando o Campeonato Brasileiro ainda não tinha sido finalizado, o Baianão 2022 começará abrindo as competições profissionais do ano. A 118ª edição do segundo estadual mais antigo do Brasil começa neste sábado (15). O encerramento está previsto para o dia 3 de abril. 

Os primeiros compromissos do Baianão colocarão em campo o atual campeão, Atlético de Alagoinhas, o vice Bahia de Feira, o tradicional Bahia, além de Vitória da Conquista, Jacuipense e Doce Mel. Depois, no domingo (16), entram em ação o também tradicional Vitória, a Juazeirense, o UNIRB e o caçula Barcelona de Ilhéus, que vai disputar a elite do estado pela primeira vez na sua história, após conquistar a Série B do Baiano no ano passado.

A fórmula foi mantida na sua maior parte, com os dez clubes disputando a primeira fase em turno único e os quatro primeiros avançando para a semifinal. No entanto, foram feitas algumas mudanças. A principal delas é no rebaixamento. Em vez de uma equipe, como vinha acontecendo desde 2017, os dois últimos colocados cairão para a Série B de 2023. Consequentemente, o campeão e o vice da Segundona de 2022 ascenderão à elite no ano que vem. Porém, é preciso que a Série B tenha, no mínimo, 10 participantes para isso acontecer. Caso o número de inscritos seja inferior, somente o lanterna da Série A deste ano será rebaixado.

O Bahia Notícias preparou um guia com as principais informações dos 10 clubes participantes.

Confira as estreias de cada equipe:

Arte: Priscila Melo/Bahia Notícias 

ATLÉTICO DE ALAGOINHAS

Atual campeão, o Atlético de Alagoinhas segue sofrendo com dificuldades financeiras. O presidente do clube, Albino Leite, não gostou do decreto do governo do estado que reduziu para 3 mil pessoas o limite máximo de ocupação do estádio.

"Nossa visão era 70%, pensávamos que ia cair para 50%, mas três mil fica muito difícil. Estamos trabalhando para tentar fechar a lacuna, porque complicou para nós", afirmou o cartola, em entrevista ao Bahia Notícias. 

Albino ainda admitiu que espera uma revisão do decreto. "O futebol segue rigorosamente o protocolo de saúde. Eu acho que não precisa de tanta rigidez. Mas decreto é lei e está aí para ser cumprido", opinou. 

Atlético de Alagoinhas ainda não terá Antônio Carneiro lotado em 2022 | Foto: Reprodução / Instagram

Apesar disso, o Carcará ainda coloca o Campeonato Baiano como prioridade máxima. "Eu diria que vamos lutar para fazer um bom campeonato. Entendemos que todos [os torneios do ano] são importantes, mas classificamos em prioridade. Em primeiro lugar o Baianão, que nos dá vaga para a Copa do Brasil e para a Copa do Nordeste. Em segundo, a própria Copa do Brasil, que nos dá a possibilidade de investimento imediato financeiro. Em terceiro, o Nordestão, pela visibilidade. Estamos participando pela primeira vez. Por último a Série D do Brasileirão", pontuou. 

O calendário do Atlético, como exposto, está cheio em 2022. A estreia no estadual será no próximo sábado (15), às 16h, contra o Vitória da Conquista, no estádio Antônio Carneiro. Oito dias depois, a equipe entra em campo pela Copa do Nordeste, contra o Altos-PI, fora de casa. 

Time-base: Fábio; Edson, Iran, Bremer e Caetano; Jardel, Ananias, Dionísio e Miller; Thiaguinho e Gabriel Esteves.


BAHIA

Eliminado nas semifinais do Baianão no ano passado, o Bahia quer retomar o caminho dos títulos. Inicialmente, o Tricolor iria começar com o time de transição, comandado pelo auxiliar Bruno Lopes, enquanto o profissional reforçava a sua preparação para entrar em campo a partir da terceira rodada. No entanto, um surto de Covid-19 arrebatou o elenco e com isso muitas mudanças serão feitas.

Até o momento, os laterais Jonathan e Luiz Henrique, os zagueiros Felipe Torres, Gustavo Henrique e Ignácio, os meio-campistas Jeferson Douglas, Luizão e Willian Maranhão; e os atacantes Marcelo Cirino, Ronaldo e Óscar Ruiz estão na lista dos infectados que foram isolados.

Bahia vai precisar se reinventar na estreia do Baianão | Foto: Divulgação / EC Bahia

"Enxergo da melhor maneira possível, como uma competição para moralizar a equipe, buscar resultados, nos fortalecermos, usar também em prol da formação da equipe nossa. Então, há experiências quanto a modelo de jogo, quanto a desempenho, é a busca do desempenho", disse o técnico Guto Ferreira sobre a competição.

Time-base: Mateus Claus; Douglas Borel, Ligger, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick, Mugni e Marco Antônio; Brenner, Raí Nascimento e Marcelo Ryan. Técnico: Guto Ferreira

BAHIA DE FEIRA

O Bahia de Feira é, entre os clubes do interior, aquele que a mais finais chegou na última década. Além de ter conquistado o título em 2011, o Tremendão chegou à decisão em 2019 e em 2021, quando perdeu para Bahia e Atlético de Alagoinhas, respectivamente. Na visão do presidente Jodilton Souza, o estadual é prioridade. 

"Eu acho boa a performance do Bahia de Feira. Temos um trabalho sempre bem feito para o Baiano. Na Série D é que ainda estamos sem projeto, porque é muito cara, e se subir para a C é pior ainda", afirmou, em entrevista ao Bahia Notícias.

O clube manteve alguns atletas do ano passado, mas também seguiu as indicações do novo treinador, Flávio Araújo. "Pegamos os atletas que jogaram conosco no ano passado e selecionamos os melhores. Depois, Flávio relacionou 14 nomes que já jogaram com ele e foram vitoriosos no passado. Tivemos que aumentar um pouco o orçamento para trazer esses jogadores do Nordeste. Pegamos também meninos da base e selecionamos os melhores para maturar esses meninos", disse Jodilton (lembre aqui). 

No total, o novo plantel é formado por 36 profissionais, sendo 29 atletas e 7 integrantes da comissão técnica. Flávio, inclusive, já tem esquematizado o objetivo de cada competição em 2022. 

"A meta traçada pela diretoria é buscar o título do Baianão 2022, além de fazer uma boa Copa do Brasil, e sabemos do tamanho da nossa responsabilidade. Sabemos que Bahia e Vitória são sempre favoritos, mas iremos nos impor para buscar esse título para o Tremendão", comentou.

Foto: Divulgação / Bahia de Feira

O Bahia de Feira estreia neste sábado (15), contra o Bahia, na Arena Cajueiro, às 16h, abrindo o Baianão. 

Time-base: Alan; Jader, Cazumba, Paulo Paraíba e Marcelo; Diones, Jhonata, Gustavo e Neto; Deon Deon e Pelé

BARCELONA DE ILHÉUS

O Baianão tem uma novidade entre os seus participantes em 2022. Pela primeira vez na sua história, o Barcelona de Ilhéus vai disputar a elite do futebol do estado. Campeã da Série B, a Onça Pintada chega com os pés no chão com o objetivo inicial de se manter na Série A, como diz o técnico do time, Paulo Sales.

"Logicamente não chegaremos iguais às outras equipes que já estava com o grupo formado. Posso citar o Atlético de Alagoinhas que já tem um grupo, manteve praticamente todos os atletas, Bahia de Feira, Jacuipense, Juazeirense... Nós chegamos com um grupo totalmente heterogêneo. Do elenco que foi campeão, apenas três seguem no grupo", disse ao BN. "Mas chegamos com o objetivo, a princípio, de nos mantermos na primeira divisão. Logicamente com a sequência dos jogos, conseguindo os pontos, também estaremos almejando coisas maiores. Mas, a princípio, o objetivo é fazermos o maior número de pontos para ficarmos longe daquilo que ninguém quer, que é o rebaixamento", continuou.

A Onça Pintada trabalha com um elenco de 25 jogadores, mesclando experiência e juventude. O clube ainda pretende contratar mais um lateral e um meia. Além disso, a equipe enfrentou outros problemas a começar pelo local de treinamento, já que a região Sul do estado sofreu com as fortes chuvas. Depois, na última semana, um surto de gripe afastou vários jogadores dos trabalhos diários.

"Tivemos dificuldades em função de campos no período em que iniciamos os trabalhos, já que as chuvas aqui no Sul foram torrenciais durante duas a três semanas e isso prejudicou bastante", falou. "Tivemos 21 dias, mas só trabalhamos três em virtude das chuvas. [E] Tivemos um surto de gripe na semana passada", completou.

Foto: Divulgação / Barcelona de Ilhéus

A estreia do Barcelona de Ilhéus será contra o UNIRB, no próximo domingo (16), às 18h30, no Carneirão, fechando a rodada inaugural do Baianão.

Time-base: Deijair; Miqueias, Andresson, Max e Arnold; Capone, Ramires e Vitinho; Andrey, Zé Neto e Jean. Técnico: Paulo Sales.

DOCE MEL

Este é apenas o terceiro ano do Doce Mel na Série A do Baianão. O clube, que passou a ter esse nome em 2019, quando a empresa homônima passou a atuar na gestão, não fez grandes campanhas nas primeiras edições. Em 2020, ficou na vice-lanterna em ambos os campeonatos. 

Insatisfeita com o desempenho, a diretoria decidiu iniciar um processo de reformulação que envolveu todos os setores. "Montamos uma equipe em tempo recorde. Elenco todo desfeito, mas conseguimos juntá-los para a condição física ficar homogênea entre eles. Trouxemos jogadores pontualmente, mesclando juventude com experiência", afirmou o diretor de futebol, Gil Baiano. 

A estreia será diante do Jacuipense, no Barradão, às 16h, no sábado (15). O orçamento segue entre os menores da Primeira Divisão, mas a ideia é "ser uma equipe organizada em campo, que vai brigar o tempo inteiro". Ao todo, o Doce Mel possui 30 atletas no elenco. 

Doce Mel empatou amistoso em 0 a 0 contra o Sergipe durante a pré-temporada | Foto: Reprodução / Instagram

Com Vitória e Bahia não utilizando mais os times de transição, Gil Baiano acredita que esse será um dos campeonatos mais disputados dos últimos tempos. "Acredito que eles vão, talvez, dar uma ênfase ao estadual. Principalmente o Vitória, que não tem competição paralela. Já é um fator dificultador. Além dos outros que já mantêm a mesma base. Atlético, Bahia de Feira, Juazeirense, Barcelona debutando na competição, Jacuipense. Não vai ser fácil para ninguém", opinou.

Time-base: Não informado. 

JACUIPENSE

Rebaixado na Série C em 2021, o Jacuipense entra no Baianão mirando ficar, no mínimo, entre os quatro melhores para rechear seu calendário de 2023. Esse é o objetivo estabelecido pelo presidente Gegê Magalhães. Para ele, o estadual é a competição mais importante do ano para a Jacupa, já que dá vagas para competições nacionais e regionais no ano que vem.

"Para mim, o Baiano é a competição mais importante do Jacuipense no ano. Temos que fazer uma grande campanha, ser campeões ou terminar entre os quatro bem. Porque esse é o nosso calendário de 2023 e desse grande Campeonato Baiano, podemos fazer um 2023, caso a gente não suba para a Série C, com garantias de Série D, de Copa do Brasi, de Copa do Nordeste. Para mim o mais importante do ano é o Baiano. Estamos muito esperançosos com o trabalho de Rodrigo Chagas, Paulo Isidoro e toda a comissão técnica, que está sendo fantástico", declarou ao BN. "Minha ideia é chegar na final. Seria um grande feito e teríamos todos os nossos objetivos alcançados. Terrível seria a gente não se classificar para a semifinal", completou.

Para isso, a diretoria contratou o técnico Rodrigo Chagas e promoveu uma reformuloção no seu elenco liberando alguns atletas, contratando outros, mas mantendo algumas peças do elenco de temporadas passadas como o experiente Danilo Rios.

"Estamos buscando montar uma equipe competitiva com jogadores cascudos, que têm experiência em acesso, no Baiano e em campeonatos regionais. Vamos montar um grande time para esse ano, sem esquecer das nossas pratas da casa, que estão jogando a Copa São Paulo", destacou o dirigente.

O técnico Rodrigo Chagas tem o mesmo perfil do clube de Riachão do Jacuípe, isto é, ambos prezam pela formação de novos atletas. Ex-treinador das divisões de base e também da equipe profissional do Vitória, ele se sente à vontade para trabalhar com um elenco que mescla juventude e experiência.

"Gosto de lançar atletas. Teve inúmeros atletas que colocamos no Vitória, acho que foram, aproximadamente, 16 atletas que subimos. E aqui tem esse perfil, tem essa maneira e essa forma de trabalhar, de colocar o atleta para jogar. Na realidade, quando eu percebo que tem um atleta com potencial para atuar no profissional, não tenha dúvida que vamos utilizar esse atleta", disse Chagas na entrevista coletiva de apresentação na Jacupa.

Time-base: Mota; Railan, Wesley, Cabral e Evandro; Willian Kaefer, Eudair e Flávio; Ruan Levine, Welder e Jeam. Técnico: Rodrigo Chagas.

JUAZEIRENSE

A Juazeirense vem de um 2021 histórico. Após se tornar o primeiro clube do interior a chegar às oitavas de final da Copa do Brasil, o Cancão de Fogo faturou R$ 5,63 milhões. O valor possibilitou o início das obras para a construção de um Centro de Treinamentos próprio (veja aqui). Atualmente, a equipe treina no estádio Adauto Moraes, onde manda seus jogos. 

Porém, apesar do sucesso recente, a Juazeirense não se acomodou. Segundo o presidente Roberto Carlos, "a expectativa é superar o que fizemos em 2021". "Conseguimos trazer jogadores mais jovens, que têm uma característica de jogar com mais intensidade. Jogadores rápidos, de muita força", destacou. 

Das últimas sete temporadas, o Cancão terminou o Baianão na terceira colocação em cinco ocasiões (2015, 2016, 2018, 2020 e 2021), sem nunca ter chegado à decisão. Para ajudar na missão de ir à final, o clube contratou o experiente técnico Francisco Diá. 

Em seu currículo, o profissional possui títulos estaduais na Paraíba, Maranhão e Rio Grande do Norte. Ele também já foi vice-campeão da Série C de 2012 com o Icasa, além de ter conquistado o acesso do Sampaio Corrêa para a Série B em 2017.

Francisco Diá é o treinador da Juazeirense na temporada 2022 | Foto: Bruno Oliveira / Juazeirense

"Ele, como um treinador com uma larga experiência, com vários times onde passou, tenho convicção que não será diferente na Juazeirense", avaliou o presidente, que acredita em um Baianão bastante disputado. "Três motivos estimularam o Campeonato de 2022. Ascensão da Juazeirense na Copa do Brasil, ganhando estrutura boa. O Atlético de Alagoinhas, que foi campeão baiano, estimula os outros clubes. O outro fator foi que tanto Bahia como Vitória menosprezaram a competição nesses últimos três anos, colocando o sub-23. Agora, o sinal de alerta está aceso. Mudaram o esquema, os profissionais para jogar. Só o Bahia mesclando", opinou. 

A Juazeirense visita o Vitória na estreia, no próximo domingo (16), às 16h. 

Time-base: Rodrigo Calaça; Rodriguinho, Ramón, Wendell e Thalison; Tibiri, Patrik, Diego Viana e Elias; Dênis e William Acinete

UNIRB

Criado para ser um projeto de extensão universitária, o UNIRB permaneceu na elite no seu primeiro ano de disputa do Baianão. Agora, o clube sonha em dar mais um passo que é ficar entre os quatro classificados para a semifinal, a fim de ter calendário no próximo ano garantindo seu funcionamento para que os alunos da universidade possam continuar estudando a parte prática, como disse o reitor e presidente Carlos Joel em entrevista ao BN. 

"O UNIRB é um projeto de extensão universitária e tem como finalidade fazer com que os alunos participem do processo de formação. O segundo objetivo é disputar o campeonato, naturalmente construímos um grupo para disputar em pé de igualdade com todos os demais, buscando a classificação para as finais", disse. "Uma vez estando entre os quatro, naturalmente vai se adquirir calendário. O objetivo central é buscar calendário para que o projeto seja perene sem interromper o funcionamento", completou.

Foto: Divulgação / UNIRB

Para disputar "em pé de igualdade", o clube montou um elenco com 29 jogadores e novas contratações não estão descartadas durante o desenrolar da competição. 

"Se houver necessidade, vamos tentar identificar a possibilidade de suprir. Mas agora o grupo já está todo montado, comissão técnica", destacou Joel.

Time-base: Marcão; Gabritt, Thuram, Eduardo e Andrei; Mantega, Biro e Mucuri; Luizinho, Kiki e Abner. Técnico: Lorival Santos.

VITÓRIA

A palavra de ordem no Vitória é reconstrução. O projeto do Leão nas próximas temporadas é voltar para a Série A, começando obviamente com o retorno à Série B. Neste ano, o clube vai disputar a terceira divisão nacional e para isso projetou um orçamento de R$ 29 milhões. Inclusive, o presidente do Conselho Fiscal, Jailson Reis, recomendou o valor de R$ 16 milhões, mas a diretoria, liderada pelo presidente interino e do Conselho Deliberativo Fábio Mota, conseguiu aumentar a quantia se comprometendo a ampliar as receitas através da negociação de atletas e de novos contratos de patrocínios. Ainda de acordo com o parecer da reunião, a projeção também inclui a conquista do título do Baianão para receber a premiação de R$ 135 mil.

O Campeonato Baiano não é o principal foco, mas é a primeira competição do Leão em 2022. Por enquanto, o clube está impedido de realizar novas contratações por conta de uma dívida com o atacante Walter Bou.a partir deste ano. Por isso, a diretoria rubro-negra tomou a frente e se antecipou e antes do término de 2021 tratou de montar o elenco. Contratado para ser o novo técnico, Dado Cavalcanti não participou da construção, mas elogiou o que encontrou na apresentação do clube.

"Eu até comentei com todos que o Vitória foi muito criativo na montagem do elenco. Não dava para esperar por treinador. O Vitória foi ao mercado, um elenco novo, com jogadores conceituados, mescla de jovens e experientes. Infelizmente não tive participação nenhuma, mas não dava para ter. O Vitória não poderia esperar. E esse é um desafio grande, com elenco novo", disse na entrevista coletiva.

Dentre os novos contratados, o principal é o meio-campista Jadson. O novo camisa 10 do Leão será a referência técnica da equipe que vai utilizar jovens das divisões de base, inclusive vindos da disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Além dele, outro atleta experiente é o também meia Alan Santos, que retorna após 13 anos longe em busca de uma nova guinada na carreira, marcada por lesões nos últimos anos. Os dois se juntam ao centroavante Dinei, contratado na temporada de 2021, mas que acabou jogando pouco por conta de uma lesão.

No início desta semana, o Rubro-Negro ainda foi atrapalhado por um surto de Covid-19, onde 15 pessoas do departamento de futebol testaram positivo. Desse total, sete são jogadores que são: os zagueiros Carlos e Mateus Moraes; o meia Alan Santos; os atacantes David, Jeferson Renan e Dinei. Além deles, o goleiro Caíque já havia sido diagnosticado com a doença durante os exames realizados na apresentação do elenco.

Time-base: Lucas Arcanjo; Alemão, Alisson Cassiano, Marco Antônio e Salomão; João Pedro, Pablo e Jadson; Guilherme Queiroz, Roberto e Eduardo. Técnico: Dado Cavalcanti.

VITÓRIA DA CONQUISTA

Semifinalista em 2019, o Vitória da Conquista flertou com o rebaixamento nas duas últimas edições do Baianão. Sem calendário para o restante do ano, o clube do sudoeste do estado montou o elenco mesclando jogadores experientes, sendo a principal referência o incansável zagueiro Sílvio, de 40 anos, e que vai disputar mais uma temporada. Para o comando da equipe, o Bode contratou o técnico Zé Humberto. Com o primeiro trabalho no futebol baiano, o treinador está confiante numa boa campanha do time no estadual.

"A expectativa é sempre boa. Montamos uma equipe mesclada de jogadores experientes com jovens. Esperamos que com esses preparativos possamos fazer uma boa estreia contra o Atlético de Alagoinhas", disse ao BN.

O objetivo do Bode é ficar entre os quatro classificados para ter calendário no ano que vem com as vagas nas competições nacionais e regional. O elenco está fechado para a estreia contra o Atlético de Alagoinhas, no Carneirão. No entanto, Zé Humberto disse que o clube deverá continuar se reforçando para os próximos jogos.

"A possibilidade do clube é montar um time competitivo para fazer a estreia. Para essa semana, as contratações estão fechadas. Mas para semana que vem, podem chegar novos reforços", afirmou.

No início desta semana, o Rubro-Negro ainda foi atrapalhado por um surto de Covid-19, onde 15 pessoas do departamento de futebol testaram positivo. Desse total, sete são jogadores que são: os zagueiros Carlos e Mateus Moraes; o meia Alan Santos; os atacantes David, Jeferson Renan e Dinei. Além deles, o goleiro Caíque já havia sido diagnosticado com a doença durante os exames realizados na apresentação do elenco.

Time-base: Lucas Arcanjo; Alemão, Alisson Cassiano, Marco Antônio e Salomão; João Pedro, Pablo e Jadson; Guilherme Queiroz, Roberto e Eduardo. Técnico: Dado Cavalcanti.

VITÓRIA DA CONQUISTA

Semifinalista em 2019, o Vitória da Conquista flertou com o rebaixamento nas duas últimas edições do Baianão. Sem calendário para o restante do ano, o clube do sudoeste do estado montou o elenco mesclando jogadores experientes, sendo a principal referência o incansável zagueiro Sílvio, de 40 anos, e que vai disputar mais uma temporada. Para o comando da equipe, o Bode contratou o técnico Zé Humberto. Com o primeiro trabalho no futebol baiano, o treinador está confiante numa boa campanha do time no estadual

"A expectativa é sempre boa. Montamos uma equipe mesclada de jogadores experientes com jovens. Esperamos que com esses preparativos possamos fazer uma boa estreia contra o Atlético de Alagoinhas", disse ao BN.

O objetivo do Bode é ficar entre os quatro classificados para ter calendário no ano que vem com as vagas nas competições nacionais e regional. O elenco está fechado para a estreia contra o Atlético de Alagoinhas, no Carneirão. No entanto, Zé Humberto disse que o clube deverá continuar se reforçando para os próximos jogos.

"A possibilidade do clube é montar um time competitivo para fazer a estreia. Para essa semana, as contratações estão fechadas. Mas para semana que vem, podem chegar novos reforços", afirmou.

Matéria publicada originalmente pelo Bahia Notícias.

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS