ANVISA: Chefe da agência diz que falas de Bolsonaro estimulam ameaças

 

Foto reprodução
Da redação

O chefe da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres, fez críticas ao posicionamento do presidente Jair Bolsonaro (PL) à respeito da agência reguladora. 

Há duas semanas, Bolsonaro ameaçou divulgar os nomes dos integrantes da Anvisa que aprovaram a utilização da vacina da Pfizer para crianças a partir de 5 anos.

Para Antonio, a campanha do mandatário para minar a imunização das crianças estimula grupos antivacina e ameaças à vida de funcionários da instituição

"Não tenho dúvida que as duas falas contribuíram sobremaneira para o número aproximado de 170 ameaças de morte, agressão física, violência de todo tipo contra servidores e seus familiares que a Anvisa tem recebido", disse Barra Torres à Folha de São Paulo. 

O chefe da agência afirmou ainda que há sensação de "desamparo" no órgão, que ainda aguarda resposta da Polícia Federal sobre o pedido de proteção aos funcionários.

"Atingimos um número aproximado de 170 ameaças, número esse que cresce todos os dias. Até o presente momento, não há medida concreta de proteção pelo menos ostensiva e palpável que nós tenhamos conhecimento em relação a Anvisa, em relação aos seus servidores e as instalações prediais", disse o chefe. 

Com informações do Bahia notícias.


Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

 

 

 

 

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS