CORONAVIRUS NA ASIA: : Xian enfrenta pior surto de Covid-19 em cidades chinesas em 2021

© Reuters/CHINA DAILY Xian, China
Da redação

(Por Ryann Woo, Roxanne Liu, redação de Pequim, Gabriel Crossley e Albee Zhang)     

Polo industrial e tecnológico da China, Xian relatou nesta quinta-feira mais de 100 casos novos de Covid-19, atingindo o número mais elevado de infecções transmitidas localmente em qualquer cidade chinesa neste ano. As informações são do Reuters.

Xian registrou 155 casos novos em 29 de dezembro, como mostraram dados oficiais, o que coloca seu número de infecções locais em mais de 1.100 desde que o surto começou no dia 9 de dezembro, incitando as autoridades a submeterem a cidade de 13 milhões de habitantes a um lockdown.

Apesar da contagem baixa de casos na comparação com focos de muitas cidades de todo o mundo, autoridades de Xian impuseram restrições rigorosas para a circulação dentro e para fora do município a partir de 23 de dezembro, já que o governo chinês exige que todo surto seja contido rapidamente.

"Xian atingiu um estágio de tudo ou nada em sua luta contra o vírus", disse Zhang Fenghu, uma autoridade do governo municipal, em uma coletiva de imprensa na quarta-feira.

A Samsung Electronics e a Micron Technology, duas das maiores fabricantes de chips do mundo, alertam que o lockdown poderia prejudicar suas bases de fabricação destas peças na área.

Xian também é um grande destino turístico, atraindo visitantes para sua coleção de guerreiros de terracota enterrados com o primeiro imperador da China mais de 2 mil anos atrás.

As autoridades adotaram várias rodadas de exames de âmbito municipal para rastrear transmissões. Uma sexta rodada começou nesta quinta-feira, um dia após a quinta.

Muitos moradores estão impedidos de sair de seus complexos residenciais, a menos que seja para fazer exames de Covid-19 ou cuidar de questões essenciais aprovadas pelas autoridades.

A polícia de Xian enviou agentes a cada complexo residencial para fazer com que as restrições contra Covid sejam devidamente implantadas, disse uma autoridade policial em um briefing à imprensa nesta quinta-feira.

As restrições limitam o acesso a necessidades diárias e muitas pessoas estão impossibilitadas de sair para fazer compras, o que as torna dependentes de entregas.

Mas as restrições estão provocando escassez de funcionários em empresas encarregadas de garantir a entrega de suprimentos e o governo está trabalhando para resolver o problema, disse uma autoridade do governo de Xian na quarta-feira.

Uma moradora de sobrenome He disse à Reuters que tentou encomendar mantimentos pelo aplicativo da rede de supermercados Freshippo, mas que não conseguiu muitos itens, como batatas e pepino.

                                                                                                                                                 

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

AVISO: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. Qualquer reclamação ou reparação é de inteira responsabilidade do comentador. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS