ECONOMIA: Comportamento dos preços de Palmer e Tommy semanal, para os produtores do Vale do São Francisco, obtidos via CEPEA/USP.

 


Da 
  Redação

Os preços até a semana 28 de 2021, deflacionados, são comparados com a média de cada semana entre 2012 e 2020, mínimo para cada semana e máximo. Os preços de 2020 também são apresentados para comparação de 2021 com o ano anterior. Os dados de comercialização são obtidos no site da CONAB/PROHORT;

O preço médio de Palmer na semana 28 foi de R$ 1,16. O mínimo histórico dos dados desde 2012 até 2020, para esta semana, era R$ 1,96 e a média R$3,03. Em 2020, o preço estava R$3,33 nesta semana. Em relação à semana 27, os preços tiveram uma redução, de -5,69%.

No caso da Tommy, na semana 28 os preços tiveram novo crescimento (10,24% em relação à semana anterior), na média de R$ 1,40. Historicamente, para esta semana, a média é de R$ 2,48 e, em 2020, o preço foi R$ 2,87 neste período. O preço de Tommy tem se recuperado nas últimas semanas mas ainda é abaixo do mínimo histórico, que é de R$ 1,59 na semana 28.

Como as expectativas são de um julho e agosto com crescimento da oferta no Vale do São Francisco e em Livramento/BA, os produtores precisam cada vez mais se preocupar com os custos e as estratégias de mercado.

Para ver a análise de preços da manga ACESSE AQUI


Joao Ricardo Lima
Embrapa Semiárido
Observatório Mercado de Manga
https://www.embrapa.br/observatorio-da-manga


Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS