Ministro da saúde Queiroga defende jornalistas nos grupos prioritários da vacinação

 


Da   Redação
Por: Taciano Medrado 

ministro da Saúde Marcelo Queiroga defendeu neste sábado (12) colocar os jornalistas entre os grupos prioritários da vacinação contra covid-19. "Eu já submeti à cordenação do PNI [Plano Nacional de Imunização] para que os jornalistas sejam considerados questão de prioridade. Naturalmente que não isso é uma decisão discricionária do ministro. Quem vai decidir é a Câmara Técnica do PNI". As informações são do portal de notícias R7.

A aprovação ou reprovação, contou Queiroga, dependerá da análise de critérios epidemiológicos do Brasil. 

O pedido para priorização já é alvo ações judiciais de entidades do setor, que apontam altos riscos e mortalidade para profissionais que trabalham na rua. Segundo a Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas), em média um jornalista morreu vítima da doença no Brasil no ano de 2021.

Ainda de acordo com a federação, 155 trabalhadores da comunicação morreram entre janeiro e o dia 3 de junho deste ano, um salto de 280% em relação aos óbitos registrados em 2020. Os grupos prioritários no Brasil somam 78,2 milhões das população. Destes, pouco mais de 55  milhões já foram vacinados com a primeira dose. 

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS