Prefeitura de Juazeiro e Sindicato dos Agentes de Saúde e Endemias fecham acordo salarial

 

Foto: Marcel Cordeiro/PM
Da Redação
Por: Prof. Taciano Medrado

Nesta quinta-feira (15), a prefeita Suzana Ramos e representantes do Sindicato dos Trabalhadores Agentes de Saúde e Endemias de Juazeiro Bahia (Sintase) fecharam acordo salarial para a categoria. Desde o começo do ano a categoria estava em negociação com a gestão municipal.

“Estamos reforçando mais um compromisso, mesmo enfrentando um dos momentos mais complicados causados pela pandemia, sem o recebimento de recursos federais. A categoria dos agentes de saúde e de endemias recebe uma parte do pagamento do Governo Federal, mas o município vai ter que arcar com outra parte. Consultei a Secretaria de Finanças, a Secretaria de Saúde, a Procuradoria do Município e chegamos a um acordo com o sindicato. Não será fácil porque estamos enfrentando um momento complexo sem recursos, mas a prefeitura se comprometeu, parcelando o retroativo e vamos cumprir com fé em Deus”, explicou Suzana Ramos.

Ficou acordado que a prefeitura adequará o salário-base ao piso profissional nacional da categoria, que passará de R$ 1.400,00 (mil e quatrocentos reais) para R$ 1.550,00 (mil quinhentos e cinquenta reais), valor que será aplicado ao Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR), e o retroativo referente aos meses de janeiro a março deste ano será pago em 9 (nove) parcelas iguais já a partir deste mês.

“Nós apresentamos uma proposta, o governo municipal trouxe uma contraproposta. Mas chegamos ao consenso de parcelar em nove vezes por entender que é o que a prefeita poderia nos apresentar. Tínhamos que ponderar, ambos os lados tiveram que ceder e nós chegamos a esse consenso por conta do momento de pandemia que estamos vivendo no mundo, no Brasil e em Juazeiro. Então, não tivemos dificuldades em aceitar essa proposta para o bem da categoria dos agentes comunitários de saúde e de endemias”, destacou Jorge Ferreira Brandão, presidente do Sintase.

Para o advogado que representa o sindicato, a proposta apresentada pela Prefeitura foi a solução mais adequada para atender a demanda da categoria, visto o cenário pandêmico que o município enfrenta. “Chegamos com paciência e com diálogo com a prefeita a um denominador comum, entendemos a situação que os pequenos municípios estão passando e pautado na lei e nas regras orçamentárias e diante da nossa proposta e da proposta do município, enfim chegamos a um consenso que é bom para os dois lados”, frisou Igor Edefácio.

Projeto de lei

De acordo com o Procurador Geral do Município, Thiago Cordeiro, para dar cumprimento à lei federal que instituiu o piso nacional dos agentes comunitários de saúde e de endemias, o governo encaminhará à Câmara de Vereadores um projeto de lei municipal.

“Iremos preparar um projeto de lei municipal adequando o salário-base dessas duas categorias e submetê-lo ao Poder Legislativo para que este aprecie e inclua na pauta. Precisamos da aprovação deste projeto de lei pelo Poder Legislativo para que o município possa efetivar de fato a implementação do piso dessas categorias aqui em Juazeiro”, concluiu Thiago Cordeiro.


Texto: Edísia Santos – assessora de imprensa da Prefeita Suzana Ramos/ Ascom PMJ

 

Para ler mais acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS