POLÍTICA: Vice-presidente da Câmara aponta corporativismo do STF em caso Daniel Silveira

foto câmara dos deputados 

Da Redação
Por: Prof. Taciano Medrado

O vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM), votou a favor da manutenção da prisão de seu colega, o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ). mas contrariado. Para ele, a posição do Supremo Tribunal Federal (STF) foi corporativista.

O STF nunca se incomodou com as milhares de pessoas nas redes sociais e no YouTube dizendo dos deputados o mesmo que Silveira disse dos ministros e propondo fechar o Congresso com a mesma veemência que propõe fechar o STF. Admiro e respeito a decisão (unânime) do Supremo (sobre Silveira), mas ela é corporativista”, disse à Coluna do Estadão.

Na noite de terça-feira (16), o ministro Alexandre de Moraes determinou a prisão de Silveira e depois a Corte referendou a decisão por unanimidade. O deputado foi preso por divulgar um vídeo com ataques aos ministros e em defesa da ditadura militar . Ele é também investigado nos inquéritos que apuram atos antidemocráticos e fake news.

Sendo assim, na avaliação do vice-presidente da Câmara, os atos do STF até se justificam "política e institucionalmente", mas não encontram o mesmo amparo jurídico. O deputado é também advogado.

Com o voto dele e da maioria na Câmara, o plenário da Casa manteve a prisão de Silveira em sessão na noite desta sexta-feira (19). Veja como votaram os baianos. Com informações do BN


Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS