EM ALAGOAS, BOLSONARO ELOGIA COLLOR: 'LUTA PELO INTERESSE DO BRASIL'

 

Foto: Alan Santos/PR

Da redação
Prof. Taciano Medrado

"Homem que luta pelo interesse do Brasil e em especial pelo seu estado". Assim o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se referiu ao senador e ex-presidente da República Fernando Collor (PROS-AL), durante agenda em Alagoas, na manhã de hoje. O veterano parlamentar compareceu ao palanque a convite do próprio Bolsonaro —que desde o começo do ano vem aderindo ao que ficou conhecido como "a velha política" e, dessa forma, tentando melhorar o relacionamento do governo com o Congresso.

Bolsonaro esteve hoje em Piranhas (AL) para inaugurar o sistema de abastecimento de água do Canal do Sertão. O empreendimento utiliza a água do rio São Francisco para abastecer a área rural de 42 cidades alagoanas. Desde que decidiu se candidatar à Presidência, Bolsonaro sempre se colocou como alguém disposto a romper com a política tradicional e com o "establishment". Essa estratégia ajudou a engajar a sua base de apoio, principalmente nas redes sociais

Devido a divergências de discurso, boa parte da primeira metade do mandato foi marcada por sucessivos atritos com lideranças do Parlamento e os demais poderes. Desde o primeiro semestre de 2020, no entanto, o governante tem adotado perfil teoricamente mais moderado, com intervalos de trégua na relação conflituosa com os outros atores políticos e também com a imprensa. Esse processo de transição foi desenhado sobretudo a partir da aproximação com o centrão, bloco parlamentar informal que hoje forma a base do governo.

E justamente o líder do centrão, o deputado federal Arthur Lira (PP-AL), foi homenageado por Bolsonaro durante o seu discurso em Piranhas. O presidente lamentou a ausência do congressista no palanque. "Falta uma pessoa aqui. O prezado deputado Arthur Lira. Mais do que fazer articulação, é uma pessoa sempre pronta e aberta a trabalhar pelo seu estado. Tenho certeza que da próxima vez ele estará conosco.

Problema no pouso

Bolsonaro teve dificuldades para pousar hoje na região Nordeste. Segundo o planejamento inicial, ele chegaria na manhã de hoje ao aeroporto de Paulo Afonso, na Bahia, e de lá seguiria para Piranhas. No entanto, por dificuldades no momento da aterrissagem, o desfecho do voo foi deslocado para Aracaju (SE).

Em sua página no Facebook, Bolsonaro relatou que a aeronave presidencial deixou de pousar em Paulo Afonso por "falta de teto". Ele também indicou que o mau tempo na região acabou criando dificuldades para o piloto. Em seu relato, Bolsonaro acabou cometendo alguns equívocos geográficos. O texto inicial do presidente dizia que Paulo Afonso fica em Alagoas, mas a cidade, na verdade, está localizada em território baiano. O governante também errou ao escrever que Piranhas fica em Sergipe. O município faz parte do estado de Alagoas.

Mas depois de cerca de meia hora, os erros foram corrigidos no Facebook.

 

Com informações da Uol


Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS