TJ-BA REVOGA PRISÃO CAUTELAR DE ENVOLVIDOS EM INVESTIGAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL

 

foto divulgação

Da redação
Prof. Taciano Medrado

O juízo da 2ª Vara Criminal Especializada do Tribunal de Justiça da Bahia negou provimento ao pedido de prorrogação da prisão temporária dos envolvidos em investigação da PF sobre um suposto esquema de sonegação de impostos que acumulou R$ 75 milhões em dívidas tributárias junto ao fisco baiano.

Na última quarta-feira (14/10), a PF cumpriu mandados de busca e apreensão em Salvador, Camaçari, Feira de Santana e São Gonçalo dos Campos.

A operação é fruto de ação integrada do Ministério Público do Estado da Bahia e as secretarias estaduais da Fazenda e da Segurança Pública. O MP investiga a movimentação de uma organização que atuava no comércio de alimentos e pescados.

Conforme a investigação, um grupo de 15 empresas utilizava laranjas, simulações de contratos e compras em nome de terceiros e empresas de fachada cuja única função era emitir notas fiscais frias para evasão de receita e sonegação fiscal.

Segundo o advogado Mathaus Agacci, que representa um dos investigados, o argumento do MP para solicitar a prorrogação da prisão cautelar era uma presunção de que os investigados iriam interferir nas oitivas dos apontados "laranjas".

"A juíza indeferiu o pedido de prorrogação da custódia cautelar e deferiu o pedido de revogação da prisão temporária — que ainda estava com prazo de 5 dias vigente (eles ficaram apenas 2 dias presos).  A decisão, acertadamente, apontou que o MP se baseou em mera presunção de que os investigados iriam interferir nos depoimentos que os laranjas prestarão", afirmou.

 

0310489-10.2020.8.05.0001


Com informações da Revista Consultor Jurídico 


Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS