MINISTÉRIO DA DEFESA E FORÇAS ARMADAS VÃO ACIONAR PGR CONTRA GILMAR MENDES


foto reprodução internet

Da:  Redação
Prof. Taciano Medrado

Prezado(a)s Leitore(a)s,

O Ministério da Defesa, o Exército, a Marinha e a Aeronáutica reagiram às declarações do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, e afirmaram que o ministério encaminhará uma representação à Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o magistrado.

A cúpula das Forças Armadas afirmou estar “indignada” com o ministro do STF. Em nota, o Ministério da Defesa, o Exército, A Marinha e a Aeronáutica classificaram a acusação feita por Gilmar como “grave”, “infundada”, “irresponsável” e “leviana”.

No sábado, o magistrado disse que o Exército se associou a um “genocídio”, em referência à atuação de m militares no Ministério da Saúde durante a pandemia.

A nota divulgada no início da tarde desta segunda-feira é assinada por Fernando Azevedo e Silva (Ministro de Estado da Defesa), Ilques Barbosa Junior (Almirante de Esquadra, Comandante da Marinha), Edson Leal Pujol (General de Exército , Comandante do Exército) e Antonio Carlos Moretti Bermudez ( Tenente Brigadeiro do Ar, Comandante da Aeronáutica)

Leia abaixo a íntegra da nota:

“O Ministro da Defesa e os Comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica repudiam veementemente a acusação apresentada pelo senhor Gilmar Mendes, contra o Exército Brasileiro, durante evento realizado no dia 11 de julho, quando afirmou: “É preciso dizer isso de maneira muito clara: o Exército está se associando a esse genocídio, não é razoável”.

Comentários dessa natureza, completamente afastados dos fatos, causam indignação. Trata-se de uma acusação grave, além de infundada, irresponsável e sobretudo leviana. O ataque gratuito a instituições de Estado não fortalece a democracia.

Genocídio é definido por lei como “a intenção de destruir, no todo ou em parte, grupo nacional, étnico, racial ou religioso” (Lei nº 2.889/1956). Trata-se de um crime gravíssimo, tanto no âmbito nacional, como na justiça internacional, o que, naturalmente, é de pleno conhecimento de um jurista.

Na atual pandemia, as Forças Armadas, incluindo a Marinha, o Exército e a Força Aérea, estão completamente empenhadas justamente em preservar vidas.

Informamos que o MD encaminhará representação ao Procurador-Geral da República (PGR) para a adoção das medidas cabíveis.”


Fernando Azevedo e Silva
Ministro de Estado da Defesa
Ilques Barbosa Junior
Almirante de Esquadra
Comandante da Marinha
Edson Leal Pujol
General de Exército
Comandante do Exército
Antonio Carlos Moretti Bermudez
Tenente Brigadeiro do Ar
Comandante da Aeronáutica

 
Fonte: Revista Valor Econômico

Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENQUETE

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS