EQUIPAMENTOS ENTREGUES PELA CODEVASF EM MINAS GERAIS SERÃO USADOS EM AÇÕES DE REVITALIZAÇÃO EM PROPRIEDADES RURAIS


foto arquivo CODEVASF

Da:  Redação
Prof. Taciano Medrado

Prezado(a)s Leitore(a)s,

Produtores agrícolas do norte mineiro serão capacitados e conscientizados para prática de controle de processos erosivos e conservação de solo e água em suas propriedades rurais utilizando tratores e implementos agrícolas entregues pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Operadores de máquinas pesadas doadas pela empresa aos municípios, como pás carregadeiras, também serão capacitados para o uso desse maquinário nas ações.

Essa é a proposta do projeto “Revitalizar para produzir”, idealizado por técnicos da Superintendência Regional da Codevasf em Minas Gerais, que objetiva aumentar a produção de alimentos e melhorar a disponibilidade e a qualidade da água na bacia hidrográfica do São Francisco no estado. A ação faz parte do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco executado pela Companhia.

Com o desenvolvimento do projeto, a Codevasf pretende potencializar as ações de revitalização do Velho Chico em Minas Gerais. “A conservação do solo e da água é de fundamental importância para uma agropecuária sustentável, que deve ser acessível ao produtor rural, por meio de políticas públicas. Almeja-se com o projeto uma mudança cultural dos produtores para adotarem, de forma corriqueira, práticas produtivas e de controle de processos erosivos em suas propriedades. Isso irá contribuir para sustentabilidade da bacia hidrográfica do São Francisco, gerando emprego, renda e qualidade de vida para a população”, explica o superintendente regional da Codevasf em Minas Gerais, Marco Antônio Graça Câmara.

O projeto-piloto será desenvolvido em comunidades rurais dos municípios de Montes Claros, Bocaiuva, Francisco Sá, Coração de Jesus, Varzelândia e Januária, distribuídos em dois núcleos, atendendo 10 associações que receberam as patrulhas mecanizadas agrícolas da Codevasf, sendo cinco propriedades por associação. Foram disponibilizados cerca de R$ 500 mil para essas ações.  

“Iniciamos a contratação de equipe de apoio para implantação das 50 unidades demonstrativas de revitalização e conservação de solo e água. Também está em fase de aquisição os equipamentos para melhorar as estruturas das patrulhas mecanizadas para realizar ações de revitalização”, explica o analista em Desenvolvimento Regional da Codevasf em Montes Claros, Fabrício Lopes da Cruz, responsável pela elaboração do projeto.

Benefícios ambientais Os produtores rurais participantes do projeto terão uma série de incentivos, como análise de solo da área a ser explorada; recomendação de correção e adubação para cultura escolhida; subsídio para implementação das ações de controle de processos erosivos e preparo do solo para produção agropecuária, entre outros.


“Temos certeza que o projeto será abraçado pelos produtores rurais. Cada vez mais, eles estão conscientes da necessidade de adotar práticas sustentáveis de produção, principalmente no manejo do solo, que é o seu maior patrimônio produtivo”, afirma Cruz.
Na avaliação do gerente regional de Revitalização das Bacias Hidrográficas da Codevasf em Minhas Gerais, Pedro Henrique Vilanova Nunes, o projeto terá grande impacto nas ações da Companhia no controle de processos erosivos na região quanto ao manejo correto de solo. “Nos últimos anos, muitas regiões estão sofrendo com a diminuição de produtividade devido à redução hídrica e compactação e manejo errado do solo. Dessa forma, nosso objetivo é reduzir práticas antiquadas que geram erosões e empobrecimento do solo por outras que gerem o aumento da produtividade sustentável e o acúmulo de água para infiltração”, enfatiza.

O Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco busca atender a esse propósito, uma vez que tem como objetivo recuperar, preservar e conservar a bacia por meio de ações integradas e permanentes, que promovam o uso sustentável dos recursos naturais e a melhoria das condições socioambientais.

Maximização do uso de equipamentosAlém dos benefícios de produtividade nas áreas agrícolas e os impactos positivos no meio ambiente, o projeto “Revitalizar para produzir” visa otimizar os investimentos da Codevasf de fomento à formação de infraestrutura nos municípios e comunidades rurais por meio da doação de máquinas pesadas, tratores e implementos agrícolas.

Levantamento realizado pela Codevasf em Minas Gerais mostra que nos últimos sete anos, a Companhia entregou no estado cerca de 396 tratores, 335 grades aradoras/niveladoras, 18 retroescavadeiras e 65 pás carregadeiras, com investimento da ordem de R$ 45 milhões. Além de diversos outros implementos agrícolas destinados ao preparo do solo para produção agropecuária.

“Vimos a oportunidade de otimizar essa estrutura já existente no campo para as ações da Codevasf na área de controle de processos erosivos e práticas agropecuárias sustentáveis, como descompactação e correção/adubação de solo, cercamento de áreas de proteção permanente e outras. De 2012 até o final do ano deve ser concretizada a entrega de 500 patrulhas mecanizadas. Temos um vasto campo de trabalho”, explica Cruz.




Fonte: Sitio da Codevasf


Para ler outras matérias  acesse, www: professortacianomedrado.com

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Blog do professor Taciano Medrado. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEITORES ONLINE

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Marcadores

Seguidores

Arquivo do blog

TM TV

PARCEIROS